segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Jovens e adultos da paróquia Nossa Senhora das Dores, recebem o sacramento da Crisma

Jovens e adultos da paróquia Nossa Senhora das Dores, recebem o sacramento da Crisma

Na última sexta-feira , dia 03 de setembro de 2021, aconteceu a missa do santo crisma, na igreja matriz de Nossa Senhora das Dores, no bairro de Mangabeira VIII - Cidade Verde, com o nosso arcebispo Dom Manoel Delson, foi-se crismado uma parte de uma turma adulta juntamente com os crismando da comunidade Nossa senhora da Conceição, a outra parte das turmas de crismados, receberam o sacramento no domingo dia 05 de setembro de 2021, e nas duas celebrações foram reipeitadas as determinações sanitária, que estiveram presente dentro da igreja os crismandos juntamente com os seus padrinhos, e nestas noites celebrativas esteveram presentes o pároco padre Marcelo, sdb e os vigários padre Renato, sdb, e padre Sérgio, e dos diáconos João antes, e Wuvagton, e o nosso arcebispo, em sua homilia falou da importância do Sacramento que aqueles jovens receberam naquela celebração "o sacramento do crisma é um dos sacramentos de iniciação na vida cristã na igreja católica, como aconteceu  no dia de Pentecostes, onde o paráclito desceu sobre a população ali reunida, como o espírito santo desceu sobre os jovens na confirmação".

Pascom Nossa Senhora das Dores

** Texto editado por Jampa Jovens**

domingo, 29 de agosto de 2021

Papa nomeia Mons. Marini bispo de Tortona

Papa nomeia Mons. Marini bispo de Tortona

O Papa Francisco nomeou bispo de Tortona seu mestre de cerimônias, monsenhor Guido Marini. A notícia foi divulgada pela Sala de Imprensa da Santa Sé e anunciada pelo arcebispo de Gênova, Dom Marco Tasca, no Santuário Nossa Senhora da Guarda de Gênova, diocese de origem do novo bispo, que sucede Dom Vittorio Francesco Viola, recentemente chamado ao Vaticano como secretário do Dicastério para o Culto Divino.
Monsenhor Marini, de 56 anos, entrou no seminário quando o cardeal Giuseppe Siri era arcebispo de Gênova.  Foi ordenado sacerdote pelo cardeal Giovanni Canestri (que foi bispo de Tortona por quatro anos) e tornou-se seu secretário particular, bem como dos sucessivos arcebispos, Dionigi Tettamanzi e Tarcisio Bertone.
Com Tettamanzi tornou-se Mestre das celebrações litúrgicas da arquidiocese, ofício também confirmado por Bertone e Angelo Bagnasco. Durante este período fundou o "Collegium Laurentianum", associação de voluntários para o serviço da ordem e acolhida da catedral.
Após a chegada do cardeal Bertone a Gênova, tornou-se o responsável pela escola da arquidiocese, diretor espiritual do seminário, onde lecionou Direito Canônico, e então chanceler da Cúria e prefeito da catedral.
Em outubro de 2007, Bento XVI o nomeou Mestre das celebrações litúrgicas do Sumo Pontífice, sucedendo a outro Marini, o arcebispo Piero, que havia acompanhado boa parte do longo pontificado de São João Paulo II.
Monsenhor Guido Marini foi o "diretor" das liturgias do pontificado do Papa Ratzinger, em Roma e durante suas viagens pelo mundo. No momento da eleição de Francisco, em 2013, dedicou-se inteiramente ao novo Papa, interpretando a sensibilidade litúrgica, sóbria e essencial, com um entendimento recíproco que já dura mais de oito anos.
Em janeiro de 2019, Francisco confiou-lhe também a responsabilidade do Coral da Sistina, a Capela Musical Pontífícia. Marini cuidou da realização da Statio Orbis em 27 de março de 2020, a oração solitária do Pontífice na Praça de São Pedro vazia, sob copiosas chuvas, para pedir o fim da pandemia.

sábado, 21 de agosto de 2021

Nova Paróquia Sagrada família, se torna a 4° paróquia no bairro de Mangabeira

Nova Paróquia Sagrada família, se torna a 4° paróquia no bairro de Mangabeira

A comunidade sagrada família, que pertencia a paróquia Cristo Rei até o mês de agosto deste ano de 2021, na última quinta-feira dia 19 de Agosto, tornou paróquia, com uma linda celebração presidida pelo o nosso arcebispo Dom Manoel Delson, padres convidados e todo o povo de Deus convidados, prestigiaram a Santa missa de criação da paróquia, que é formada além da matriz Sagrada Família e pelas comunidades Sagrado Coração e Nossa Senhora aparecida, e também da posse canônica do novo administrador paroquial o padre Moisés, que recém ordenado Sacerdote, deu o seu sim para assumir este novo rebanho de fiéis, e a paróquia Sagrada família será um lugar de acolhida, de oração e também de grandes dispensadas a comunidade.
Nós alegramos E rezemos sempre à sagrada família por nossos familiares e também por nossa comunidade.

Confira algumas fotos da celebração:

domingo, 15 de agosto de 2021

Arquidiocese divulga as novas nomeações, transferências e criação de nova Paróquia

Arquidiocese divulga as novas nomeações, transferências e criação de nova Paróquia

O Clero da Arquidiocese da Paraíba passa por mais um momento de alterações. O arcebispo, Dom Manoel Delson, assinou na última terça-feira, dia 10, o documento que trata de transferências e nomeações de Vigários Paroquiais e a criação de nova Paróquia. Confira:

Pe. Caio Cézar de Oliveira foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia São Pedro e São Paulo, em Tibiri II, Santa Rita;

Pe. José Cláudio Guilherme de Almeida foi transferido para a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Itabaiana;

Pe. Joseilson de Souza Oliveira foi nomeado Assistente Eclesiástico da Casa de Evangelização Mons. Aloísio Catão, em Cabo Branco;

Comunicada a criação da Paróquia Maria Mãe da Igreja, com área desmembrada da Paróquia São Francisco de Assis, localizada no Jd. Veneza, nomeando Pe. Adriano da Silva Soares como Administrador Paroquial.

As posses dos Vigários Paroquiais são acertadas com os Párocos e Administradores Paroquiais para onde foram designados. A data da criação da nova Paróquia será informada em breve.

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Arquidiocese divulga programação religiosa da Festa das Neves 2021; parte profana do evento não acontecerá este ano

Arquidiocese divulga programação religiosa da Festa das Neves 2021; parte profana do evento não acontecerá este ano

A Arquidiocese da Paraíba divulgou, nesta quinta-feira (22), a programação religiosa da Festa das Neves, que tem apoio da Prefeitura de João Pessoa. A programação está disponível no portal da Prefeitura e pode ser acessada no https://www.joaopessoa.pb.gov.br/destaque/festa-das-neves/ , assim como nos perfis oficiais do município.
A programação será aberta neste domingo (25), às 11h30, com uma live junina. A solenidade de abertura será na segunda-feira (26), às 19h, seguida da Missa de Abertura, celebrada pelo padre Luiz de Souza e Silva Júnior, vigário geral da Arquidiocese da Paraíba.

A festa comemora o aniversário de fundação da cidade, em 5 de agosto, dia de Nossa Senhora das Neves, mas este ano, devido à pandemia da Covid-19, a parte profana do evento não vai acontecer, ou seja, não terão parques e brinquedos nem os shows artísticos.

Confira a programação:

25/07- Domingo
11h30- Live junina;

26/07- Segunda-feira
19h- Solenidade de abertura;
19h15 Missa de Abertura Presidência: Pe. Luiz de Souza e Silva Júnior (Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba);
Noiteiros: Autoridades Civis e Militares;

27/07 – Terça-feira
19h- (1ª Noite) – Presidência: Pe. Felipe Batista da Luz (Forania Agreste);
Noiteiros: Profissionais da Comunicação, Pascom, Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão;

28/07- Quarta-feira
19h- (2ª Noite)-Presidência: Pe. Carlos Vieira de Sousa (Forania Vale do Mamanguape);
Noiteiros: Setor Social, A.S.A., Profissionais da Saúde, Comunidades Eclesiais de Base;

29/07 – Quinta-feira
19h- (3ª Noite) – Presidência: Pe. Fabio de Carvalho Galdino (Forania Conjuntos);
Noiteiros: Setor de Animação Biblico-Catequético, Equipes de Liturgia, Pastoral do Batismo, Colégios Católicos;

30/07 – Sexta-feira
19h- (4ª Noite)- Presidência: Pe. Luciano Gustavo Lustosa da Silveira (Forania Litoral);
Noiteiros: Apostolado da Gração, Ordens Terceiras (Carmo, São Francisco e São Vicente), Movimento Mãe Rainha Três Vezes Admirável, Movimento Chama de Amor Imaculado Coração de Maria;
21h – Live Show Oracional;

31/07 – Sábado
19h- (5ª Noite) – Presidência: Pe. Carlos Antônio de Sousa Maurício (Forania Praia Norte);
Noiteiros: Setor Família, Pastoral Familiar, ECC, Pastoral dos Noivos, Equipes Casais de Nossa Senhora, Famílias Novas.
21h-Live Festiva;

01/08- Domingo
11h30-Feijoada da Padroeira;
19h- (Solenidade da Dedicação da Catedral) – (6ª Noite) – Presidência: Pe. Marcondes Silva Meneses (Forania Centro)
Noiteiros: EIC, Segue-me, EJNS, Setor Juventude, RCC, Movimento dos Focolares;
21h-Live Show Oracional;

02/08 – Segunda-feira
19h- (7ª Noite) – Presidência: Pe. Jorge Ivan do Nascimento (Forania Urbana Sul)
Noiteiros: Comerciantes, Legião de Maria, COMID, Escola de Fé e Política, Comunidade Nossa Senhora das Mercês;

03/08 – Terça-feira
19h- (8ª Noite) – Presidência: Pe. Manoel Natalino Marques (Forania Várzea)
Noiteiros: Novas Comunidades e Vida Consagrada;

04/08 – Quarta-feira
19h- (9ª Noite)-Presidência: Pe Luiz Carlos Machado de Souza Filho (Forania Praia Sul);
Noiteiros: Seminário Arquidiocesano da Paraíba, Obra das Vocações Sacerdotais, Pastoral Vocacional, Diáconos Permanentes e Escola Diaconal Dom José Maria Pires;
21h-Live Festiva;

05/08- Quinta-feira
Dia de Nossa Senhora das Neves

9h-Benção sobre a Cidade e o Estado com a imagem de Nossa Senhora das Neves + Missa Solene presidida pelo Arcebispo dom Mandel Delson com a participação do Clero;
12h-Oração do Angelus + Santa Missa-Santa Missa pelos enfermos presidida pelo Pe. Sandro Santos (Com. Consolação Misericordiosa);
15h-Santo Terço (com o Terço dos Homens) Saída da Carreata;
17h-Missa Drive-in no estacionamento do Santuário Mãe Rainha.

terça-feira, 6 de julho de 2021

Dom Manoel Delson celebra 41 anos de sua ordenação Sacerdotal em missa realizada no seminário Arquidiocesano

Dom Manoel Delson celebra 41 anos de sua ordenação Sacerdotal em missa realizada no seminário Arquidiocesano

Neste dia 05 de Julho Dom Manoel Delson celebrou 41 anos de sua ordenação Sacerdotal, e justamente nesta mesma data, há 15 anos, ele recebia sua Nomeação Episcopal (nomeado Bispo da cidade de Caicó-RN). 

Dom Delson presidiu a Santa missa pela manhã, no Seminário Arquidiocesano, apenas com os padres residentes e seminaristas. Durante a a homilia, recordou com gratidão todas as maravilhas que Deus tem feito em sua vida, lembrou das Dioceses onde exerceu seu ministério e tantos presbíteros que contribuíram com sua missão Sacerdotal, pois uma vida inteira dedicada à igreja, abraçando as missões que Deus foi lhe confiando.

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Arquidiocese anuncia criação da Paróquia Santo Inácio de Loyola

Arquidiocese anuncia criação da Paróquia Santo Inácio de Loyola

 No dia 22 de julho a Arquidiocese da Paraíba ganhará sua 96ª Paróquia. A Área Pastoral Santo Inácio de Loyola será desmembrada da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, sediada no bairro de Mandacaru. Além da Matriz, a Paróquia ficará com outras 5 comunidades.


A nova Paróquia, sediada no bairro Alto do Céu, terá ainda comunidades nos bairros Padre Zé e Salinas. Serão Elas: Sagrada Família, N. Sra. Das Graças, N. Sra. Da Conceição, N. Sra. Aparecida e São Pedro.

O Padre Marcelo Monte, hoje Vigário Paroquial do Sagrado Coração de Jesus, vem acompanhando a Área Pastoral e será nomeado primeiro Administrador da nova Paróquia. “Estou muito feliz pela efetivação da criação de mais uma Paroquia em nossa Arquidiocese. A Igreja também, e principalmente, se organiza na forma de paróquias para melhor evangelizar. O convívio paroquial é o lugar, por excelência, da vida sacramental do povo de Deus”, afirma o sacerdote.

A solenidade de criação da nova Paróquia será no dia 22 de julho, dando início à Festa de Santo Inácio de Loyola, que é comemorado no dia 31 de julho.

domingo, 20 de junho de 2021

A Arquidiocese da Paraíba se une a CNBB e realiza o Domingo de oração para as vítimas da Covid-19

A Arquidiocese da Paraíba se une a CNBB e realiza o Domingo de oração para as vítimas da Covid-19

A Arquidiocese da Paraíba se uniu à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e aderiu à campanha “Toda Vida Importa”. Neste domingo (20), ao meio dia, as igrejas de todo território arquidiocesano tocaram seus sinos por 5 minutos em respeito às vítimas da Covid-19, chamando todos a um momento de oração. Neste dia, as paróquias também celebraram missas em sufrágio das almas das pessoas vítimas da pandemia. O número de mortos pela doença passou de 500 mil neste sábado (19).


O Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, celebrou a Santa Missa na Comunidade Consolação Misericordiosa, no bairro Castelo Branco. A missa teve a participação dos fieis e transmissão através do canal do YouTube da Arquidiocese.

Para Dom Delson, o momento é de luto e de oração. “Não podemos perder a fé nem a esperança. Ao ouvirmos o repicar dos sinos, vamos todos nos unir em uma grande corrente de oração, clamando a Deus pelo fim da pandemia, pela recuperação dos doentes e por todos aqueles que perderam a vida para a Covid.”

Na Paraíba, a Covid já tirou a vida de mais de 82 mil pessoas. “Ao mesmo tempo que rezamos, precisamos ter consciência de que uma pandemia se combate com a participação de todos. Precisamos exigir políticas públicas eficazes, comprometimento dos governantes e ação coerente de todos os cidadãos. Usar máscara, não aglomerar, praticar o distanciamento social, higienizar as mãos, tudo isso não é mais novidade e nós precisamos respeitar os protocolos”, reforça o Arcebispo.

“Quando os sinos tocarem ao meio dia, todos são convidados a silenciar e fazer um momento de oração, seja sozinho ou com as pessoas que estão próximas. As Paróquias ficam livres para realizar momentos próprios em outros horários também, mas que o repicar dos sinos ao meio dia seja uma ação conjunta, em unidade”, finaliza.


Jampa Jovens

domingo, 13 de junho de 2021

PROCESSOS ARQUIVADOS’: Arquidiocese da Paraíba anuncia reabilitação de três padres que eram investigados por exploração sexual

PROCESSOS ARQUIVADOS’: Arquidiocese da Paraíba anuncia reabilitação de três padres que eram investigados por exploração sexual

A Arquidiocese da Paraíba informou, por meio de comunicado aos fiéis, que três sacerdotes antes investigados por exploração sexual, foram reabilitados ao uso de Ordem, após arquivamento de processos investigatórios no âmbito do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e da própria instituição. Agora, eles serão reinseridos gradualmente às atividades.
Por meio de comunicado emitido no último dia 9, e assinado pelo arcebispo Dom Manoel Delson, a Arquidiocese informa que a decisão alcança os padres Ednaldo Araújo dos Santos, Jaelson Alves de Andrade e Severino dos Santos Melo, que eram alvo das investigações.

“O processo investigatório promovido em desfavor dos clérigos, e já arquivado pelo Ministério Público do Estado da Paraíba, também foi arquivado em sua esfera canônica pela Congregação para a Doutrina da Fé, organismo da Igreja competente para tratar dos referidos casos”, diz o documento.

De acordo com a Arquidiocese, o arcebispo, o Colégio de Consultores e o Conselho de Presbíteros acompanharão os padres no período de reinserção gradual ao uso de ordens. A decisão ocorreu no dia 09 de junho de 2021 e a reportagem teve acesso ao documento neste fim de semana.

A seguir, confira um resumo sobre cada um dos religiosos reabilitados:

Jaelson Alves de Andrade

Durante cerca de dez anos, foi o sacerdote responsável pela Igreja Nossa Senhora Aparecida, que fica no bairro Jardim 13 de maio. Ele também foi pároco da Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro da Capital, e responsável pela construção da igreja matriz da Paróquia Santo Antônio do Menino Deus, no Jardim Cidade Universitária. Foi afastado das funções devido às acusações de exploração sexual, mas segundo a Arquidiocese, o processo foi arquivado.

Ednaldo Araújo dos Santos

Durante muitos anos, foi o responsável pela paróquia da Santíssima Trindade, no bairro Valentina Figueiredo. Também exerceu a função de diretor do Centro Cultural São Francisco e do Instituto Dom Adauto, no bairro de Jaguaribe. Os processos contra ele também foram arquivados, de acordo com a Arquidiocese.

Severino Melo

Foi padre em paróquias nos municípios de Conde e Mamanguape. Em 2012, foi candidato ao cargo de prefeito de Conde e já exerceu a função de assessor do gabinete do Governo do Estado. Ele também está incluído na recente decisão da Arquidiocese para reabilitação ao uso da ordem sacerdotal.

Confira, a seguir, comunicado da Arquidiocese:

terça-feira, 1 de junho de 2021

Apesar do coronavírus, a comunidade Nossa Senhora da Conceição realizou a coroação de Nossa Senhora mês dedicado a ela.

Apesar do coronavírus, a comunidade Nossa Senhora da Conceição realizou a coroação de Nossa Senhora mês dedicado a ela.

Na manhã do último domingo (30), dia em que comemoramos o domingo da Santíssima trindade, na comunidade de Nossa Senhora da Conceição no bairro de Mangabeira - Cidade Verde ll, aconteceu a coroação de Nossa Senhora, que respeitando as ordem posta pelo o nosso arcebispo Dom Manoel Delson e do pároco Marcelo sdb, houve durante a celebração eucarística presidida pelo o vigário padre Renato sdb, a presença dos fiéis e também da transmissão online pelas mídias oficial da comunidade no Facebook e Instagram, e a animação da santa missa foi dos jovens do EJC da Paroquia São José do José Américo, e para Quem esteve presente neste lindo momento da coroação vários fiéis pode presenciar este domingo especial, que em sua homilia o padre Renato sdb, fez uma profunda reflexão sobre o evangelho do dia Mt 28,16-20, que frisou que Cristo está conosco todos os dias e até no final do mundo", e para fechar o momento da celebração eucarística houve o grande momento de coroação de Nossa Senhora protagonizadas pelas crianças e jovens da comunidade, que realizaram um lindo momento de dança,  e o mês mariano na comunidade não se encerrou, pois a recitação do santo terço desde o primeiro dia do mês, continuará e vai encerrar na próxima segunda-feira  dia (31). 
E os fiéis que compareceram na igreja respeitando as ordens posta contra a contaminação da COVID-19, respeitou  a capacidade máxima e fizeram uma linda festa para saudar e coroar Nossa Senhora neste seu mês dedicada a ela nossa mãe santíssima.

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Papa Francisco decide estabelecer o Ministério de Catequista

Papa Francisco decide estabelecer o Ministério de Catequista

A Sala de Imprensa do Vaticano anunciou que na terça-feira, 11 de maio, será apresentado à mídia o Motu próprio “Antiquum ministerium”, que estabelece o Ministério de Catequista. Já em 2018, o Papa havia falado da necessidade de dar a este serviço uma dimensão institucional na Igreja.

O Papa tinha este tema em seu coração já há alguns anos, falou sobre isso na vídeo-mensagem aos participantes de uma conferência internacional sobre o tema, em 2018, quando declarou categoricamente que “o catequista é uma vocação”. “Ser catequista, esta é a vocação, não trabalhar como catequista”.

E depois acrescentava “esta forma de serviço que se realiza na comunidade cristã” deveria ser reconhecida “como um verdadeiro e genuíno ministério da Igreja”. A convicção amadureceu e tomou a forma do Motu próprio Antiquum ministerium que será apresentado na próxima terça-feira (11/05)  na Sala de Imprensa do Vaticano, com a presença do Arcebispo Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização e Dom Franz-Peter Tebartz-van Elst, delegado para a Catequese do dicastério.

Na linha de frente

O Motu próprio, portanto, estabelecerá formalmente o ministério de catequista, desenvolvendo a dimensão evangelizadora dos leigos desejada pelo Concílio Vaticano II. Um papel ao qual, disse Francisco na vídeo-mensagem, cabe a responsabilidade do “primeiro anúncio”. Em um contexto de “indiferença religiosa – o Papa havia indicado – sua palavra será sempre o primeiro anúncio, que atinge os corações e mentes de tantas pessoas que estão esperando para encontrar Cristo”.

Uma dimensão comunitária

Um serviço a ser vivido com intensidade de fé e em dimensão comunitária, como foi sublinhado em 31 de janeiro passado na audiência aos participantes do encontro promovido pelo Departamento Catequético Nacional da Conferência Episcopal Italiana. ” Este é o momento – disse o Papa – de ser artífices de comunidades abertas que sabem valorizar os talentos de cada um. É o tempo para as comunidades missionárias, livres e abnegadas, que não procuram relevância nem vantagem, mas que percorrem os caminhos do povo do nosso tempo, inclinando-se sobre os que estão à margem.

Fonte: Vatican News

domingo, 28 de março de 2021

Domingo de Ramos abriu as celebrações da Semana Santa em toda a Arquidiocese

Domingo de Ramos abriu as celebrações da Semana Santa em toda a Arquidiocese

 A Semana Santa se deu inicio neste ultimo Domingo, que celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que O aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”. Esse povo, há poucos dias, tinha visto Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia e estava maravilhado, pois tinha a certeza de que esse era o Messias anunciado pelos profetas, mas, esse mesmo povo tinha se enganado com tipo de Messias que Cristo era. Para comentar sobre a celebração neste tempo de pandemia causada pelo novo coronavírus o arcebispo da Paraíba dom Manoel Delson, destaca que como no ano passado a fé dos cristãos permanece inabalada apesar de não haver as celebrações presenciais.

“Assim como no ano passado, viveremos a paixão, morte e ressurreição do Senhor com a mesma intensidade e fé. Diferente da forma que gostaríamos, mas com a mesma fé no Cristo ressuscitado! Temos que fazer a nossa parte para evitar o colapso total do sistema de saúde. Nosso ato também é em solidariedade aos profissionais da linha de frente, que vêm enfrentando um esgotamento físico e emocional. Nosso ato é uma defesa da vida! Acreditamos que, juntos, igreja, sociedade e poderes públicos, nós venceremos essa pandemia”, destaca Dom Delson.

O Domingo de Ramos é a forma tradicional de como o domingo que antecede o Domingo de Páscoa é conhecido. Considerada pelos católicos como uma espécie de grande portal para as celebrações da Semana Santa, a data rememora a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, ocasião em que foi reconhecido e recebido como o Filho de Deus.

 

Veja como foram as cerimonias remotas:

• Arquidiocese da Paraíba

A Programação foi transmitida pela internet, e também de um canal aberto de TV local e pela Rádio Consolação FM, pois as celebrações não houve a presença dos fiéis.

• Diocese de Campina Grande

Várias medidas de segurança sanitária foram tomadas durante as celebrações. As paróquias farão transmissões das atividades religiosas em seus canais de rede sociais.

• Diocese de Guarabira

O Domingo de Ramos na Diocese foi realizada apenas na Catedral Diocesena e na Igreja Matriz de cada paróquia. A presença de fiéis será limitada. As procissões tradicionais da data não serão realizadas.

• Diocese de Cajazeiras

Os meios de comunicação da Diocese de Cajazeiras irão transmitir as celebrações da Semana Santa, como aconteceu inclusive na celebração de Domingo de Ramos. Não serão realizadas procissões.

• Diocese de Patos

Transmissões das celebrações durante a Semana Santa, serão realizadas através dos canais das paróquias nas redes sociais. Medidas preventivas para evitar contágio da covid-19 entre os participantes das celebrações estão sendo tomadas.

Arquidiocese da Paraíba divulga calendário de celebrações online da Semana Santa

Arquidiocese da Paraíba divulga calendário de celebrações online da Semana Santa

A Arquidiocese da Paraíba divulgou o calendário de celebrações que ocorrerão durante a Semana Santa. Todas as celebrações ocorrerão sem a presença física dos fieis. As missas serão presididas pelos padres nas Igrejas e transmitidas online para redes sociais das paróquias (Instagram, Facebook e Youtube).

O arcebispo Dom Manoel Delson presidirá as celebrações na Catedral, com transmissão através do canal da Arquidiocese no Youtube. Lembrando ainda que algumas missas têm transmissão através de um canal de TV local aberta , chegando àqueles que não possuem acesso à internet, e também pela Rádio Jampa Jovens.

 

Abaixo, os horários das celebrações com o Arcebispo:

Domingo  de Ramos: 9:00

Quinta-Feira Santa: 17:00

Sexta-feira da Paixão: Celebração às 15:00 (lembrando: na  Sexta-Feira  Santa não há Missa, mas Celebração da Paixão e Morte do Senhor)

Sábado  de Aleluia (Vigília Pascal): 18:00

Domingo  de Páscoa: 9:00

 

Resumo das Celebrações da Semana Santa

DOMINGO DE RAMOS – é a celebração que abre a Semana Santa. As paróquias realizam a Caminhada de Ramos, porém, este ano, será apenas com a entrada simples do Sacerdote. Os fieis estão sendo convidados a colocar um ramo na porta ou janela de suas casas ou apartamento, para lembrarem a solenidade. A Procissão de Ramos relembra o dia que Jesus voltou à Jerusalém e foi recebido por uma multidão, aclamado e acolhido com festa.

QUINTA-FEIRA SANTA – neste dia é celebrada a Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés, lembrando a instituição da Eucaristia e o gesto de humildade de Jesus, que lavou os pés de seus discípulos ensinando-os a serem sempre humildes servidores. Esta Missa marca o fim da Quaresma e início do Tríduo Pascal. Peculiaridades: este ano, por estar sozinho ou com equipe extremamente reduzida, o sacerdote não fará o rito do Lava Pés.

SEXTA-FEIRA SANTA -  dia da Celebração da Paixão (não é Missa), às 15h (tradicionalmente). A celebração marca o sacrifício de morte de Jesus. Peculiaridades: este ano não será realizada a Procissão do Senhor Morto, e, na celebração, também não acontecerá o beijo na cruz (se houver, será apenas o sacerdote).

SÁBADO DE ALELUIA / VIGÍLIA PASCAL - a Santa Missa acontece à noite, pois é a noite da “espera”, da “vigília”, onde os fieis aguardam a ressurreição do Senhor. Peculiaridades: nesta Missa aconteceria a Procissão da Luz e também o Batismo de jovens e adultos, porém, devido à situação atual, estas não acontecerão. Às 20h. O Sacerdote fará apenas a Bênção do Fogo e da Água, mas sem os ritos de procissão da luz ou batismo, como dito anteriormente.

DOMINGO DE PÁSCOA - é o dia que os católicos celebram a grande festa da Ressurreição. É A MAIOR FESTA PARA OS CATÓLICOS. Missa solene, porém apenas transmitida.

arcebispo Dom Manoel Delson, da Arquidiocese da Paraíba, explica que as celebrações deste ano, serão transmitidas de forma on-line

arcebispo Dom Manoel Delson, da Arquidiocese da Paraíba, explica que as celebrações deste ano, serão transmitidas de forma on-line

O Diário Oficial do Estado (DOE) publicou, na edição desta sexta-feira (26), o decreto que disciplina o funcionamento de atividades entre os dias 27 de março e 4 de abril, nos municípios classificados com bandeiras vermelha e laranja pelo Plano Novo Normal. Durante o feriado de cinco dias, antecipado em medida provisória pelo Governo, será mantido a suspensão de missas e celebrações religiosas de forma presencial, como o feriado de Paixão de Cristo, se passa na semana que vem o arcebispo Dom Manoel Delson, da Arquidiocese da Paraíba, explica que as celebrações deste ano, serão transmitidas de forma on-line.

“Assim como no ano passado, viveremos a paixão, morte e ressurreição do Senhor com a mesma intensidade e fé. Diferente da forma que gostaríamos, mas com a mesma fé no cristo ressuscitado! Temos que fazer a nossa parte para evitar o colapso total do sistema de saúde. Nosso ato também é em solidariedade aos profissionais da linha de frente, que vêm enfrentando um esgotamento físico e emocional. Nosso ato é uma defesa da vida! Acreditamos que, juntos, Igreja, sociedade e poderes públicos, poderemos vencer essa pandemia”, disse Dom Delson, destacando, que ontem (25) foi publicado, o decreto, onde a ArquiPB orienta as paróquias quanto ao atendimento de fiéis e à abertura das igrejas para orações individuais.

Já em relação à participação dos fiéis em celebrações no Sertão paraibano, a Diocese de Cajazeiras orientou que aconteça de forma remota, com transmissão virtual pelos meios de comunicação das paróquias. A quantidade de ministros presentes deve ser apenas o indispensável para a celebração. Apesar disso, as igrejas podem permanecer abertas para visitação e orações pessoais dos fiéis. As procissões estão suspensas.

No Domingo de Ramos, a distribuição dos ramos não será permitida, mas há a recomendação de que as famílias coloquem ramos em suas portas e em altares domésticos. A missa Crismal foi adiada para 15 de maio; a missa vespertina da Ceia do Senhor terá o lava-pés omitido e o beijo da cruz realizado apenas pelo celebrante. Batismos serão adiados.

Arquidiocese da Paraíba divulga decreto e orientações para a Semana Santa

Arquidiocese da Paraíba divulga decreto e orientações para a Semana Santa

Considerando ainda o alto número de mortos e infectados pela Covid-19, lamentando as perdas e se solidarizando com as famílias enlutadas e com os profissionais de saúde, a Arquidiocese da Paraíba decide manter as celebrações sem a presença dos fieis. O decreto fala sobre atendimento aos fieis, igrejas abertas para oração individual e as orientações para a Semana Santa.

Dom Delson explica que o momento é delicado e traz muitas inquietações. “A Igreja é essencial porque Deus é essencial. Mas entendemos que temos como viver a nossa fé com algumas restrições, por um período de tempo, fazendo disso um exemplo de cuidado com a vida das pessoas. Acreditamos que, juntos, Igreja, sociedade e poderes públicos, poderemos vencer essa pandemia”.

Segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, a Paraíba já registra (até o dia 23/03) 5.313 óbitos, 248.452 casos confirmados e a ocupação de leitos de UTI adulto nos hospitais da grande João Pessoa chegou a 90%. “Temos que fazer a nossa parte para evitar o colapso total do sistema de saúde. Nosso ato também é em solidariedade aos profissionais da linha de frente, que vêm enfrentando um esgotamento físico e emocional. Nosso ato é uma defesa da vida!”, reafirma o Arcebispo.

SEMANA SANTA

Assim como aconteceu em 2020, a Semana Santa, que é a a semana mais importante para a Igreja, será vivida também de forma virtual. “Assim como ano passado, viveremos a paixão, morte e ressurreição do Senhor com a mesma intensidade e fé. Diferente da forma que gostaríamos, mas com a mesma fé no cristo ressuscitado!”, declara Dom Delson.

sexta-feira, 12 de março de 2021

Nota de Pesar: Morre Arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos

Nota de Pesar: Morre Arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos

Faleceu nesta quinta-feira (11) o Arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos. Dom Mauro estava hospitalizado desde o dia 16 de fevereiro após ser acometido pela Covid-19.

 Diariamente a Arquidiocese de Cascavel emitia uma nota sobre o quadro de saúde do Arcebispo que apresentou oscilações durante todo o período de internação.



O Arcebispo foi hospitalizado apresentando sintomas característicos da segunda fase da doença e recebia oxigênio e seguia em observação.

 Durante a madrugada do dia 19 de fevereiro Dom Mauro precisou ser entubado devido o agravamento do quadro e em coletiva a equipe da Arquidiocese disse que os médicos estavam otimistas com a resposta ao tratamento.

Por dias seguidos os boletins emitidos pelos médicos eram satisfatórios e Dom Mauro se recuperava bem, sendo retirado da sedação no dia 27 de fevereiro.

No entanto, na terça-feira (09) a informação foi de que o Arcebispo teve grande piora no quadro clinico e seguia entubado em estado grave.

 

Trajetória:

 Dom Mauro nasceu em 09 de Novembro de 1954, na cidade de Fartura, São Paulo. Formou-se em filosofia e teologia em Jacarezinho e em 13 de maio de 1984, ocorreu sua ordenação sacerdotal, no mesmo município.

 Entre 11 de janeiro de 1992 e 31 de janeiro de 1997 exerceu função de pároco da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Bandeirantes. Entre 2 de fevereiro de 1995 e 31 de julho de 1998 foi o vigário geral da Diocese de Jacarezinho.

 Em 2 de fevereiro de 1997 tornou-se pároco da Paróquia Imaculada Conceição, Catedral de Jacarezinho. Em 14 de agosto de 1998 foi ordenado Bispo, também na Catedral de Jacarezinho

Dom Mauro também foi Administrador apostólico da Diocese de Umuarama entre 9 de maio de 2002 a 13 de dezembro de 2002 e em 31 de outubro de 2007 foi nomeado Arcebispo de Cascavel, tomando posse em 25 de janeiro de 2008.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

ESCASSEZ DE OXIGÊNIO: DOM LEONARDO STEINER AGRADECE DOAÇÃO DO PAPA A MANAUS

ESCASSEZ DE OXIGÊNIO: DOM LEONARDO STEINER AGRADECE DOAÇÃO DO PAPA A MANAUS

Nesta quarta-feira, 20, o arcebispo de Manaus (AM), dom Leonardo Steiner, agradeceu a solidariedade do Papa Francisco para com o povo do Amazonas, que tem sofrido as consequências do aumento do número de casos de covid-19 e do colapso no sistema de saúde.

É que ao saudar os fiéis de língua portuguesa conectados para a Audiência Geral, o Papa Francisco dirigiu sua oração às vítimas do coronavírus, de modo especial em Manaus: “Nestes dias a minha oração é por quantos sofrem com a pandemia, de modo especial em Manaus, no norte do Brasil. Que o Pai das Misericórdias lhes sustente neste momento difícil. Lhes abençoo de coração!”, exortou o Papa.

Dom Leonardo disse que o povo de Manaus está “profundamente agradecido pelo Papa Francisco por sua solidariedade, por seu amor paterno pela Amazônia, pelos povos da Amazônia”.

O arcebispo disse ainda que o Papa está se fazendo presente pela oração nesse momento de segunda onda da pandemia, e revelou que o Sumo Pontífice fez uma doação para “adquirirmos oxigênio e também podermos atender melhor aos nossos irmãos que vivem nas nossas ruas e os nossos imigrantes”.

“Nós queremos agradecer ao Santo Padre por esse gesto de solidariedade e por esse gesto de consolo. É uma maneira dele estar presente no meio de nós e essa presença do Santo Padre nos ajuda, nos anima para continuarmos no atendimento e na presença junto aos nossos irmãos que mais sofrem”, disse dom Leonardo.

Situação em Manaus
Desde o fim do ano passado, o Amazonas vive um avanço nos números do covid-19 e está com quase todos leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados, tanto na rede pública como na privada.

Segundo dom Leonardo, arcebispo de Manaus, a situação é dramática. “Estamos sem leitos nos hospitais, UTI’s, com falta de oxigênio, apesar de se dizer que está suprido o oxigênio, ainda não temos uma programação de ajuda de oxigênio e não podemos esquecer que não existe na Amazônia apenas Manaus, existe outras cidades e nós temos notícia de que em outras cidades as pessoas estão vindo à óbito por falta de oxigênio e o drama é tão grande que temos levado pessoas de Manaus para outros estados por falta de oxigênio”, apontou.

Dom Leonardo salientou, ainda, que a lista de espera de pessoas para serem internadas é grande e que também a lista de espera de pessoas para serem transportadas para outros estados também o é.

“Naturalmente com esse momento dramático nós ficamos surpresos e agradecidos com a solidariedade. Existe muita solidariedade em Manaus, no Amazonas, no Brasil e internacional. Esses pequenos gestos, essas pequenas contribuições, nós percebemos o quanto formamos uma grande fraternidade e como gostamos de nos ajudar e nos consolar através desses pequenos gestos. Nós esperamos que esse momento possa passar e que seja bom para que outras regiões possam se prepar para uma segunda onda”, alertou.

Regional Norte 1 em campanha
O Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está sendo uma das instituições que está coordenando um trabalho de captação de recursos.

A Campanha “Amazonas e Roraima contam com sua solidariedade” está ajudando a captar recursos no Brasil todo. Num vídeo lançado nas redes sociais, se dirigindo a todos os “irmãos e irmãs de todo o Brasil”, o presidente do Regional afirmava que “nesta hora trágica que vive o Estado do Amazonas e Roraima, devido à situação do coronavírus, é necessário que unamos as nossas forças e os nossos esforços, para ajudar tantas pessoas que estão morrendo por falta de oxigênio e outros recursos básicos”.


Doações
A Universidade Católica Dom Bosco, por exemplo, vai destinar parte do valor arrecadado com a taxa de inscrição do vestibular UCDB 2021 para a arquidiocese de Manaus. A iniciativa é uma resposta à solicitação do arcebispo de Manaus (AM), dom Leonardo Steiner, para auxiliar no trabalho de enfrentamento à doença, que nos últimos dias ceifou diversas de vidas por falta de oxigênio hospitalar. O valor emergencial foi transferido na segunda-feira.
“Só a solidariedade pode ajudar a minimizar o sofrimento e a angústia de quem sofre com parentes internados. O pouco de muitos é a receita para dar esperança a quem sofre”, destacou o Reitor da UCDB, padre José Marinoni.

Fonte: Canção Nova

Parceiro

Publicidade!

Publicidade!

Veja o Nosso Canal no Youtube

Publicidade!

Publicidade!

Mapa de Acesso da Jampa Jovens

Anuncie Aqui clique e saiba mais...

CLIQUE AQUI E CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Facebook da Rádio Jampa Jovens

Direito Reservado a Rede Jampa Jovens de Comunicação LTDA. Tecnologia do Blogger.