Publicidade!

Publicidade!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

A 252° Romaria da Penha reúne milhares de fiéis

Foto da Imagem de Nossa Senhora da Penha
foto Retirada do site da Arquidiocese da Paraíba
(http://arquidiocesedaparaiba.org.br/index.php)
Milhares de fiéis participaram da tradicional Romaria de Nossa Senhora da Penha, que começou no sábado (28) e terminou no início da manhã deste domingo (29), em João Pessoa. Segundo a estimativa da Arquidiocese da Paraíba, quase 500 mil pessoas percorreram os 14 quilômetros de caminhada. A Polícia Militar estimou o número em mais de 400 mil. Este ano, o evento católico completou 252 anos de realização. 

A caminhada teve início por volta das 22h (horário local), na igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no bairro de Jaguaribe. De lá, a imagem percorreu o trajeto da romaria pelas avenidas João Machado e Pedro II, no bairro da Torre, seguindo pela via expressa Padre Zé e pela avenida principal dos bairros dos Bancários. O percurso ainda seguiu pela avenida Hilton Souto Maior, em Mangabeira, e desceu pela pista de acesso à Praia da Penha, até chegar na praça Oswaldo Pessoa, onde fica o satuário da Penha. No local, já no início da manhã deste domingo, foi realizada uma missa campal celebrada pelo arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto.

A Romaria da Penha acontece anualmente no quinto final de semana antes do Natal, que para os católicos é a data em que se encerra o ano litúrgico. A devoção a Nossa Senhora da Penha começou em 1763, quando o português Sílvio Siqueira fez um apelo à mãe de Jesus. Ele, junto com a tripulação de sua embarcação, enfrentava uma grande tormenta no litoral paraibano, pediu para aportar com segurança. A graça foi alcançada e, em retribuição, ele ergueu uma capela onde desembarcou, a então Praia de Aratú, que depois viria a ser chamada de Praia da Penha.




TEXTO RETIRADO DO SITE DO G1 PARAÍBA

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Morre, aos 64 anos, dom José Benedito Simão

Faleceu, na manhã de hoje, 27, o bispo da diocese de Assis (SP), dom José Benedito Simão, aos 64 anos. O bispo estava internado desde a segunda-feira, 23, após sofrer Acidente Vascular Cerebral (AVC) Hemorrágico, durante reunião, na cidade de Marília. 
No comunicado, a diocese de Assis lamenta a morte do bispo que esteve à frente desta Igreja local por seis anos. “Agradecemos a Deus pela vida que se fez dom em nosso meio e pelo ministério episcopal que santificou nosso povo. Confiantes, rogamos ao Senhor, que conceda definitivamente o gozo das alegrias eternas a este
bispo da Igreja”, consta na nota assinada por padre Oldeir José Galdino, do colégio de consultores.
O velório e celebração de exéquias ocorrerão na paróquia Sagrado Coração de Jesus (Catedral de Assis), em horários ainda a serem informados. O dia do sepultamento também será comunicado pela diocese. 
Vida e missão
Com o lema “Paz e Esperança”, dom José Benedito foi nomeado bispo em 28 de novembro de 2001. Natural de Caçapava, interior de São Paulo, nasceu em 1º de janeiro de 1951. Era mestre e doutor em Teologia Moral pela Academia Alfonsiana da Pontifícia Universidade Lateranense em Roma. 
Na trajetória episcopal, dom José Benedito foi bispo auxiliar de São Paulo, de 2002 a 2009, assessor da Pastoral Universitária do regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entre 2002 a 2011, reitor do Centro Universitário Assunção e presidente da Comissão em Defesa da Vida do regional Sul 1, de 2006 a 2009. É autor do livro “Exigências Morais de uma nova práxis cristã na América Latina”.

Materia Retirada do Site da CNBB
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Publicidade!

Publicidade!

Veja o Nosso Canal no Youtube

Mapa de Acesso da Jampa Jovens

CLIQUE AQUI E CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

PARCEIROS DA JAMPA JOVENS

Publicidades

Publicidades

Anuncie Aqui clique e saiba mais...

Copyright © Jampa jovens | Suporte: Mais Template