domingo, 29 de novembro de 2020

Arquidiocese da Paraíba anuncia transferências e nomeações de padres e seminarista; Confira os nomes

Arquidiocese da Paraíba anuncia transferências e nomeações de padres e seminarista; Confira os nomes


 O Arcebispo metropolitano, Dom Frei Manoel Delson, anunciou, nessa sexta-feira (27), nomeações e transferências de oito padres e um seminarista que fazem parte da Arquidiocese da Paraíba. A decisão foi tomada em conjunto com o Conselho Presbiteral durante reunião na última quarta-feira.

Os religiosos transferidos assumem paróquias em bairros da cidade de João Pessoa, nos municípios de Alhandra e de Conde. As mudanças devem ocorrer a partir do mês de janeiro de 2021, com datas a serem combinadas individualmente. As mudanças foram publicadas na rede social oficial da Arquidiocese da Paraíba.

Confira os nomes

domingo, 22 de novembro de 2020

Em Ouro Velho: Bispo celebra a abertura dos festejos em honra à Nossa Senhora das Graças e abençoa novo Altar da Comunidade

Em Ouro Velho: Bispo celebra a abertura dos festejos em honra à Nossa Senhora das Graças e abençoa novo Altar da Comunidade

 

A comunidade católica de Nossa Senhora das Graças, da cidade de Ouro Velho, cariri paraibano, comunidade que pertence à Paróquia de Nossa Senhora do Rosário (Prata-PB), rendeu graças a Deus pela abertura dos festejos alusivos à sua Padroeira, na ocasião o bispo abençoou o novo Altar da Igreja.



A festa teve início na noite dessa sexta feira (20) com a Missa de abertura sendo presidida por Dom Dulcênio Fontes de Matos, Bispo Diocesano, que acompanhado pelos Seminaristas recebeu calorosa acolhida do Padre Eude Gomes, Pároco da Paróquia de Prata e responsável também pela comunidade de Ouro Velho, e demais fiéis presentes.

Na homilia, o Bispo de Campina Grande, destacou a importância da oração e do zelo para com o Templo, isto é, a casa de Deus, chamou atenção para à atualidade frisando que muitos cristãos ainda continuam com as mesmas práticas sem respeitar o Templo, a Igreja.

“os cristãos da atualidade, com bastante frequência, mereceriam igual tratamento com indignação parecida, pelas profanações da casa de Deus que, se não se transformam em mercado ou feira, torna-se uma espécie de salão de reuniões ou de festas, adotando atitudes indignas da casa de Deus, estando no Templo de qualquer maneira, menos com o respeito, a reverência e o silêncio que a presença de Deus exige, que todo cristão sabe e crê que está de modo muito particular no Sacrário”, disse.


Adiante, o Senhor Bispo ensinou que a Casa de Deus exige respeito, devoção e silêncio, e assim continuou, “É no Templo, lugar da sua morada especial, é o lugar onde ele deseja ser adorado e reverenciado”.

Por conseguinte, Dom Dulcênio falou sobre a importância de, estando no Templo, ouvir a palavra de Deus, viver desta palavra e se alimentar deste encontro por meio da eucaristia.

“leve você mesmo a buscar o templo como ambiente propício para sua oração, ainda mais porque é na igreja que se realiza a Eucaristia, que é a oração máxima”, concluiu.

Por: Ascom
Fotos: Pascom da Comunidade de Nossa Senhora das Graças, Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, Prata-PB.

Dom Dulcênio visita Paróquias e celebra Missas em honra aos Padroeiros

Dom Dulcênio visita Paróquias e celebra Missas em honra aos Padroeiros

 Nesta semana o Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos esteve presente em três paróquias, sendo uma na Forania Cidade Oeste, a Paróquia de Jesus Libertador, outra na Forania Cariri 1, a Paróquia do Bom Jesus dos Martírios e uma outra na Forania Cariri 2, a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, com sede na cidade de Prata, porém o Bispo esteve na cidade de Ouro Velho.


A primeira visita aconteceu no dia 18 na Paróquia de Jesus Libertador, no bairro das Malvinas, na ocasião o Bispo participou dos festejos alusivos a Cristo Rei, sendo acolhido com alegria pelo Padre Perikllys e toda comunidade paroquial, na Missa, o bispo investiu 19 novos ministros extraordinários da Sagrada Comunhão. Aos neo-ministros extraordinários, Dom Dulcênio dirigiu a palavra falando da responsabilidade desta missão: “vocês receberam em primeiro lugar um chamado de Deus e podem acreditar, Deus não chamou ninguém por ser belo, por ser santo, mas chamou seus filhos para servir […] A partir de hoje as pessoas da comunidade vão olhar pra vocês de maneira diferente, podem acreditar. Todo mundo passa a olhar pra vocês como um homem e uma mulher que estão à serviço de Deus de maneira específica”.

A segunda visita aconteceu nessa quinta feira (19), Dom Dulcênio dirigiu-se até à Paróquia do Bom Jesus dos Martírios, em Boa Vista, lá foi acolhido pelo Padre Bosco, e toda comunidade que está em festa celebrando os 10 anos de criação da paróquia e 182 anos de tradição. A esta comunidade que celebra seu padroeiro, o Bispo também deixou uma mensagem falando sobre a paz, que começa no caminho da caridade:

“E quando, no cristão, a virtude teologal da caridade, ou do amor, chega a transformar-se em raiz e explicação de toda a vida, quando tudo se faz não só com amor, mas sobretudo por amor, quando se busca não só ter ou sentir o amor, mas vive-lo e vive-lo em tudo e em todos, assim escutaremos a voz de nosso Pai que diz estar contente conosco, que se compraz em nós e em nossa vida. É essa a “mensagem de paz”, pregou.

A terceira visita realizada nessa sexta feira (20), Dom Dulcênio esteve na cidade de Ouro Velho para a abertura dos festejos em honra à Nossa Senhora das Graças, Padroeira da cidade;  acompanhado pelos seminaristas, o bispo foi acolhido pelo Padre Eude Gomes e demais fiéis presentes.  Na ocasião o bispo abençoou o novo Altar da Igreja e falou sobre a importância da oração e do zelo para com o Templo, isto é, a casa de Deus: “É no Templo, lugar da sua morada especial, é o lugar onde ele deseja ser adorado e reverenciado”. Leve você mesmo a buscar o templo como ambiente propício para sua oração, ainda mais porque é na igreja que se realiza a Eucaristia, que é a oração máxima”, disse.

Por: Ascom
Com a contribuição de Gabriela Lucena, junto à Pascom de Jesus Libertador;
Fotos: Pascom de Jesus Libertador e Pascom do Bom Jesus dos Martírios, e Pascom da Paróquia de Prata.

A Arquidiocese da Paraíba realizou a sua Assembleia Pastoral 2020 nestes dias 20 e 21 de novembro. Com o tema “Da escuta da Palavra à escuta do irmão”

A Arquidiocese da Paraíba realizou a sua Assembleia Pastoral 2020 nestes dias 20 e 21 de novembro. Com o tema “Da escuta da Palavra à escuta do irmão”

A Assembleia foi dividida em dois momentos: uma live na noite da sexta (20) e um momento presencial na manhã deste sábado (21), no Seminário Arquidiocesano. Devido à pandemia, o número de participantes e o tempo de assembleia foram reduzidos.


Na live de abertura, o Pe. Dezenilton Santos falou sobre “A Palavra de Deus, o coração de toda atividade eclesial”. O momento ainda contou com a participação de Dom Manoel Delson, o Vigário Geral, Pe. Luiz Junior, e o Coordenador de Pastoral, Mons Ivonio Cassiano. A live está disponível no canal da Arquidiocese no Youtube.
O objetivo da Assembleia é traçar os planos pastorais para o ano de 2021, que será dedicado à Palavra. Mons. Ivonio apresentou as conquistas pastorais de 2020 e falou em ano desafiador: “com os desafios de 2020, vimos uma ação pastoral crescente, como a pascom, cursos de formação, como o que fizemos sobre o diretório de catequese, as pastorais sociais e toda assistência aos mais necessitados. Mas também enxergamos a necessidade de uma ação pastoral mais voltada ao cuidado com a pessoa humana, a sensibilidade de olhar para os sentimentos, ter muito cuidado no trato com as pessoas”.
O Pe. José Marcílio, coordenador do Setor Bíblico Catequético, apresentou desafios sobre o acesso, leitura e interpretação da Bíblia nas comunidades e grupos pastorais. O sacerdote trouxe a reflexão para que sejam levantadas propostas de experiências que auxiliem na vivência da Palavra.
Foi apresentado um cronograma com propostas de ações pastorais para toda arquidiocese em 2021 e o Arcebispo avaliou como positiva a assembleia. “Mesmo com este formato reduzido, a Assembleia cumpriu o seu papel e atingimos o objetivo. Conseguimos estudar, conversar sobre as propostas e vamos focar num novo ano pastoral, ainda com algumas incertezas devido à pandemia, mas com a coragem de filhos e filhas de Deus, que sabem driblar as adversidades e fazer com que a Igreja seja sempre viva e presente na vida das comunidades, das pessoas”, disse Dom Delson.

Parceiro

Publicidade!

Publicidade!

Veja o Nosso Canal no Youtube

Publicidades

Publicidades

Publicidade!

Publicidade!

Mapa de Acesso da Jampa Jovens

Anuncie Aqui clique e saiba mais...

CLIQUE AQUI E CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Facebook da Rádio Jampa Jovens

Direito Reservado a Jampa Jovens LTDA. Tecnologia do Blogger.