quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Diocese de Campina Grande na Paraíba cria 3 novas paróquias

Diocese de Campina Grande na Paraíba cria 3 novas paróquias

As cidades de Alcantil, Santa Cecília e Cubati agora são sedes das 3 novas paróquias criadas na diocese de Campina Grande. As solenidades aconteceram sexta, sábado e domingo (16, 17 e 18) com celebrações presididas por dom Manoel Delson.      A Diocese agora conta com 60 paróquias distribuídas em 61 municípios.As cidades de Alcantil e Santa Cecília formavam, juntas, a Área Pastoral São Severino e São José. Agora, a cidade de Alcantil é Paróquia de São José; já Santa Cecília é Paróquia de São Severino e santa Cecília. O Padre José Daniel foi nomeado Pároco das duas Paróquias. “É uma decisão temporária. O Padre Daniel já vinha atuando à frente das duas cidades enquanto eram uma só Área Pastoral. Logo teremos um novo padre para administrar uma das duas novas Paróquias, melhorando o trabalho de evangelização de toda região”, explicou Dom Manoel Delson. 

As duas Paróquias pertencem à Forania Agreste.A Cidade de Cubati pertencia à Paróquia de Santa Ana, que tem sede na cidade de Soledade. Agora, desmembrada, passa a ser sede da Paróquia de São Severino e São Vicente Ferrer. Pe. Fernando Jacinto foi nomeado primeiro Pároco local. A Paróquia pertence à Forania Sericar.

domingo, 25 de dezembro de 2016

Papa fala de Síria e terrorismo em benção de Natal

Papa fala de Síria e terrorismo em benção de Natal


CIDADE DO VATICANO, 25 DEZ (ANSA) - O papa Francisco fez um apelo de paz "a todos os povos do mundo" neste domingo (25), em sua tradicional mensagem de Natal e benção "Urbi et Orbi". Da sacada da Basílica de São Pedro, no Vaticano, o líder católico disse esperar que a "mensagem de Natal percorra toda a terra e atinja todos os povos, especialmente os feridos pelas guerras e conflitos, e que eles sintam mais forte o desejo da paz". Francisco citou as principais zonas de guerra atualmente no mundo e pediu para que os líderes mundiais, políticos e religiosos se esforcem para estabelecerem acordos de paz e de respeito aos direitos humanos. "Paz aos homens e mulheres da golpeada Síria, onde tanto sangue já foi derramado, principalmente em Aleppo, palco nas últimas semanas de uma das batalhas mais atrozes", disse o Papa.   

"É cada vez mais urgente que se garanta assistência à esgotada população civil, respeitando o direito humanitário", pediu Francisco, referindo-se aos confrontos registrados recentemente entre forças leais do ditador Bashar al-Assad e grupos rebeldes que controlavam a cidade de Aleppo. "Que as armas sejam depostas de maneira definitiva e que a comunidade internacional aja ativamente para alcançar uma solução negociada que restabeleça a convivência civil", disse. Francisco também citou a Terra Santa, a África, ressaltando a situação da Nigéria, Sudão do Sul e da República Democrática do Congo. Ele se recordou ainda das crises na Ucrânica, Venezuela e Myanmar, pedindo paz. "Paz a quem foi ferido ou perdeu uma pessoa querida por causa de atos hediondos de terrorismo, que disseminaram medo e morte no coração de tantos países e cidades", afirmou. "Paz aos abandonados, excluídos, aqueles que sofrem de fome e a aqueles que são vítimas de violência". Uma das principais bandeiras de seu pontificado, a crise de refugiados e imigrantes que atinge a Europa também apareceu no discurso de Natal do papa Francisco. "Paz aos refugiados e aos povos que sofrem com as ambições econômicas de povos e a ávida ganância do 'Deus dinheiros'". De acordo com a Santa Sé, cerca de 40 mil pessoas acompanharam a mensagem natalina de Francisco.   

Ontem à noite (24), Francisco presidiu a "Missa do Galo", que marca a celebração da véspera de Natal, na Basílica de São Pedro. Durante a homilia da missa, o Papa disse que o "Natal virou refém da mundanidade" e criticou as trocas de presentes e o consumismo nesta data.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Dom José celebra 75 anos de ordenação sacerdotal

Dom José celebra 75 anos de ordenação sacerdotal

O Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, participou nessa terça-feira, dia 20 de dezembro, em Belo Horizonte, da celebração que comemorou os 75 anos de ordenação sacerdotal do Arcebispo Emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires.
A Missa foi às 9h na casa dos idosos da Companhia de Jesus (Jesuítas), onde Dom José mora. Ao participar desse importante momento, Dom Genival expressou a gratidão do povo paraibano e da Igreja do Regional Nordeste 2 da CNBB (Paraíba, Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte) pela vocação de Dom José.
Também estavam na Celebração Eucarística os padres Mauro Passos e Henrique Moura Faria, da Arquidiocese de Belo Horizonte; Pe. Jaldemir Vitório e Paulo César Barros, da Faculdade Jesuíta; os padres idosos que vivem na mesma casa com Dom José; os membros de seu grupo de reflexão; uma sobrinha e inúmeros amigos e amigas, dentre eles o leigo Sampaio que vive em João Pessoa, mas acompanha Dom José Maria em todos os seus momentos.
“Os 75 anos de vida sacerdotal confirmam que Dom José foi escolhido por Deus entre meninos simples, humildes, pobres e religiosos de Córregos (MG). Claramente identificado com suas origens humana e geográfica, sempre esteve identificado com o lugar do exercício de pastoreio como sacerdote e bispo. A população, de muitas maneiras, vê a identificação de Dom José com a realidade de seu sofrimento e o universo de suas aspirações. Numa leitura institucional, a Arquidiocese da Paraíba, a Província Eclesiástica da Paraíba e o Regional Nordeste 2 reconhecem em Dom José Maria Pires a figura do bom Pastor, como Jesus apresenta no Evangelho”, afirma Dom Genival.

Materia retirada do site da Arquidiocese da Paraíba

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

 Faleceu o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns

Faleceu o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns

São Paulo (RV) - Comunico, com imenso pesar, que no dia 14 de dezembro de 2016, às 11:45, o Cardeal Paulo Evaristo Arns, Arcebispo Emérito de São Paulo, entregou sua vida a Deus, depois de tê-la dedicado generosamente aos irmãos neste mundo. 

Louvemos e agradeçamos ao “Altíssimo, onipotente e bom Senhor” pelos 95 anos de vida de Dom Paulo, seus 76 anos de consagração religiosa, 71 anos de sacerdócio ministerial, 50 de episcopado e 43 anos de cardinalato.

Glorifiquemos a Deus pelos dons concedidos a Dom Paulo, e que ele soube partilhar com os irmãos. Louvemos a Deus pelo testemunho de vida franciscana de Dom Paulo e pelo seu engajamento corajoso na defesa da dignidade humana e dos direitos inalienáveis de cada pessoa.

Agradeçamos a Deus por seu exemplo de Pastor zeloso do povo de Deus e por sua atenção especial aos pequenos, pobres e aflitos. Dom Paulo, agora, se alegre no céu e obtenha o fruto da sua esperança junto de Deus!

Convido todos s elevarem preces de louvor e gratidão a Deus e de sufrágio em favor do falecido Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. Convido também a participarem do velório e dos ritos fúnebres que serão realizados na Catedral Metropolitana de São Paulo.
Na festa de São João da Cruz,
São Paulo, 14 de dezembro.
Cardel Odilo Pedro Scherer
Arcebispo metropolitano de São Paulo.

fonte: Rádio Vaticano (RV)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Ótima Noticias sobre a saúde de Dom José Maria Pires

Ótima Noticias sobre a saúde de Dom José Maria Pires

Temos boas notícias! O Arcebispo Emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires, saiu da UTI e está se recuperando num apartamento em um hospital de Belo Horizonte.
Dom José passou mal durante uma Missa e precisou ser internado.
As informações que chegaram à Arquidiocese indicam que o Arcebispo Emérito não apresenta nenhuma sequela do que possa ter sido um AVC sofrido.
"Sigamos em oração pela plena recuperação de nosso querido Dom José", pede o Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Por Motivo de Saúde Dom José cancela viagem a João Pessoa

Por Motivo de Saúde Dom José cancela viagem a João Pessoa

O Arcebispo Emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires, estaria em João Pessoa no dia 15 de dezembro para uma Celebração especial, preparada pela Arquidiocese da Paraíba, para comemorar os seus 75 anos de ordenação sacerdotal. Mas a viagem teve que ser cancelada por decisão médica.
Dom José se sentiu mal durante uma Missa e foi levado a um hospital em Belo Horizonte, onde foi internado na UTI. Ele está bem, consciente, falando normalmente e tudo indica que não há sequelas. Mas deve permanecer na UTI enquanto faz exames e é melhor avaliado. Tudo indica que Dom José tenha sofrido um pequeno AVC.
Em nome da Arquidiocese da Paraíba, o Administrador Apostólico, Dom Genival Saraiva de França, pede oração aos fiéis pelo restabelecimento de Dom José.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Diocese de Chapecó assegura "oração e solidariedade" às vítimas e familiares

Diocese de Chapecó assegura "oração e solidariedade" às vítimas e familiares





Chapecó (RV)  - A Diocese de Chapecó (SC) assegura “oração e solidariedade” às vítimas e familiares do acidente aéreo que matou 71 pessoas na madrugada desta terça-feira (29/11), na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia.

Entre as vítimas, parte da delegação da Chapecoense, que disputaria a final da Copa Sul-Americana, jornalistas e tripulantes. Seis pessoas foram resgatadas com vida, sendo três jogadores, entre eles o lateral esquerdo Alan Ruschel, o goleiro Follmann e o zagueiro Neto. O goleiro Danilo não resistiu aos ferimentos. O jornalista Rafael Henzel e a comissária de bordo Ximena Suarez completam a lista de sobreviventes.

Uma Missa em sufrágio das vítimas será celebrada na Catedral de Chapecó na tarde de hoje.
Ouça o bispo de Chapecó, Dom José Magri

A Pastoral do Desporto da Arquidiocese do Rio de Janeiro também divulgou uma mensagem, onde assegura a oração pelas vítimas, por “todos os familiares, amigos e a grande torcida da Chapecoense”.

Resgate
"Socorristas trazem a informação deste lugar de muito difícil acesso – afirmou o Prefeito de Medellín, Federico Guitiérrez Zuluaga. Estou fazendo a coordenação dos transladados dos corpos e chamando a polícia legal. São quase cinco da manhã. Vamos trabalhar toda a noite. Expressamos nossa solidariedade às famílias, estamos de luto. Algumas vítimas têm diferentes nacionalidades. Prestamos solidariedade total. Lamento muito, estamos solidários. É muito duro. Não cabe tanta gente que está querendo trabalhar nos resgastes. Não cabe mais ambulância, mais carros. Temos que valorizar o trabalho de toda essa gente".

Profissionais da comunicação

A Fox Sports perdeu seis de seus profissionais. A Rede Globo, por meio de uma nota, lamentou a perda de dois funcionários no acidente. Cinco membros catarinenses da RBS também estavam no voo.

Em princípio se falou que 81 pessoas estavam a bordo entre 72 passageiros e nove tripulantes. Depois, porém, confirmou-se que quatro destes passageiros acabaram não embarcando. No total, eram 48 membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores, 21 jornalistas e três convidados.
Dom Genival recebe visita de Dom Nelson

Dom Genival recebe visita de Dom Nelson

O Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, recebeu, na manhã desta quarta-feira, dia 30 de novembro, a visita do Bispo paraibano Dom Nelson Francelino Ferreira. Ele é natural de Sapé (PB) e desde 2014 atua como Bispo da Diocese de Valença, no Rio de Janeiro. Dom Nelson aproveitou que está na Paraíba para conhecer o Palácio do Bispo e conversar com Dom Genival.

Fonte Arquidiocese da Paraíba

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Na noite deste ultimo Sábado (26), Romeiros saíram nas ruas para saudar a mãe, com o titulo de Nossa Senhora da Penha

Na noite deste ultimo Sábado (26), Romeiros saíram nas ruas para saudar a mãe, com o titulo de Nossa Senhora da Penha

Por volta das 3h15 chegou ao campo de futebol, localizado no entorno do Santuário da Penha, o andor com a imagem da Santa, conduzido por devotos a pé. Logo em seguida, chegou o carro-andor, com a imagem da Penha. Teve início a Missa campal presidida pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França. No início da Celebração, disse Dom Genival: “Esta Santa Missa, para todos nós, é, na verdade, a comunhão com Jesus, palavra com Jesus Eucaristia, com Jesus presença em cada um de nós. Para que nós possamos participar, sempre melhor, da Santa Missa, naquilo que dependa de nós, a liturgia coloca-nos em algum momento penitencial. Agora, façamos um minutinho de silêncio. Veja se você reconhece qual foi o seu último pecado, o seu último “defeito”, quem sabe até na caminhada mesmo. Mas está aqui o momento de cada um de nós se reencontrar com a misericórdia de Deus. Deus não joga pedra em nenhum de nós. Ele tem seus braços estendidos para nos acolher. Pense também no momento em que você não tratou bem o seu semelhante. Qual foi o seu último erro numa relação fraterna familiar, comunitária? Também para esse erro, defeito, pecado, peçamos, humildemente, o perdão a Nosso Senhor”. A Missa terminou depois das 5h.

Fonte:Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

MiniAssembleia Arquidiocesana de Pastoral 2016

MiniAssembleia Arquidiocesana de Pastoral 2016

Nos dias 18 e 19 de novembro de 2016, realizamos a Miniassembleia Arquidiocesana de Pastoral no Seminário Arquidiocesano da Imaculada Conceição, o SAPIC, no bairro do Castelo Branco em João Pessoa. O evento que é realizado para refletir o caminho percorrido pela Arquidiocese durante o ano, contou com uma enorme participação e motivação de padres, bispos, leigos, movimentos, associações, pastorais, serviços e novas comunidades da Arquidiocese da Paraíba.
No evento foi apresentado que o principal caminho para a Evangelização é à luz da Evangelho Gaudium, assim como o planejamento e a programação para o próximo Ano Pastoral que trará como tema a Caridade. O Coordenador de Pastoral da Arquidiocese da Paraíba, Mons. Ivônio Cassiano avalia esse evento com um grande entusiasmo pela presença de muitos setores. “Tivemos nesses dois dias de miniassembleia 95% de todos os setores de nossa Arquidiocese, destacando a presença de movimentos, serviços e pastorais do setor social de nossa diocese. E é nessa reflexão que fizemos a partir do Evangelho Gaudium que apontamos algumas metas para nossa igreja, que se apoia em estar cada vez mais inserida pastoralmente e, sobretudo com esse olhar para os desafios da sociedade, para a pobreza, para a caridade. Foram dois dias de muita fraternidade entre todos aqui presente”, destaca o Mons. Ivônio.
Nas palestras e nas reflexões em grupo a preocupação maior era com o trabalho de escutar mais uns aos outros, assim como destaca o Papa Francisco a “Igreja que se faz presente na voz, na ação e, sobretudo na escuta”. A palestra do Professor Luís Miranda veio firmar pontos importantes para a reflexão pastoral: as linhas de ação de cada setor, o papel de cada agente de pastoral, serviços, movimentos e, acima de tudo, o papel da igreja enquanto missão de evangelizar, de ter voz ativa, de caminhar mediante tantos desafios. “A nossa Miniassembleia pode ser resumida em três palavras: gratidão, pela percepção que tivemos de que somos igreja em caminho, que estamos atentos e queremos aprender e escutar mais, reconhecendo o que somos e o que podemos mudar; a segunda palavra é entusiasmo, pois foi nítido que todos os presentes aqui apresentaram um desejo profundo de voltar aquele entusiasmo que a bíblia nos fala no Pentecostes e pedir a Deus a graça de podermos mudar nossas comunidades; a terceira palavra que poderia definir isso é “a voz que não se quer calar”, pois sabemos que o mundo está em mudanças, mas queremos mostrar a esse mundo que a igreja não está calada, não está muda, mas sim que está atenta para o desejo de trabalharmos juntos, aprofundarmos a nossa experiência de encontro com Jesus e com o evangelho, e creio que as pessoas aqui presentes sentiram essa aproximação com
a Arquidiocese, com o sentido da igreja, do trabalho em conjunto, da renovação”.
Os grupos se reuniram nos dias de assembleia trazendo novas perspectivas e reflexões para o próximo ano e para a construção de novos tempos. A participante Elza Santos que é Coordenadora Diocesana da Pastoral da Pessoa Idosa e fiel da Paroquia São Francisco de Assis, Bairro das Indústrias, declara sua motivação frente às tantas reações e reflexões vividas nos dias de assembleia. “A Miniassembleia foi muito positiva dentro das ações sociais, onde percebemos a carência do povo, a realidade das periferias, e o quanto devemos voltar nosso olhar para cada uma dessas pessoas, enquanto igreja e enquanto participante dela. As falas dos grupos, dos padres, do palestrante nos motivou a querer mudar essa realidade, trabalhar e viver mais o evangelho”.
A Miniassembleia foi finalizada com uma avaliação positiva e motivadora para o próximo ano de 2017, o Ano da Caridade. Planejamentos, ações e reflexões foram trabalhados de maneira ativa e participativa e, guiados pelas palavras do Papa Francisco “Não deixemos que nos roubem a alegria da Evangelização”, a Arquidiocese da Paraíba procura unir forças para continuar o caminho da evangelização. O Administrador Apostólico, Dom Genival Saraiva de França avalia a Miniassembleia como um grande encontro para um futuro de ações. “Eu considero essa assembleia um momento importante, pois estando pela primeira vez nesse evento, eu procurei ouvir e ver mais, do que falar, para que eu pudesse me apropriar mais da realidade pastoral da Arquidiocese da Paraíba. Em resumo faço uma leitura positiva deste momento, pois identifiquei muita seriedade, muita preocupação pastoral, empenho e desejo de contribuir com a realidade da Arquidiocese: os aspectos positivos que devem ser sempre reforçados e os aspectos negativos que devem ser trabalhados com uma responsabilidade pastoral, sobretudo, perceberam um olhar perspectivo, para o amanhã, com ação voltada para o eixo da Caridade que está em mesma linha de pensamento com o Regional NE2 e que traz um foco direto para as Pastorais Sociais”.  

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

253ª Romaria da penha acontece de 23 a 27 de Novembro

253ª Romaria da penha acontece de 23 a 27 de Novembro

A Festa e a Romaria de Nossa Senhora da Penha completam 253 anos agora em 2016.
Este ano o tema é “Maria, Mãe da Misericórdia, ajuda-nos a buscar a conversão e cuidar da casa comum”.
As homenagens a Nossa Senhora da Penha começam no dia 23 de novembro (quarta-feira), às 18h30, com a Recitação do Santo Terço. Às 19h15 terá o Hasteamento da Bandeira na Santinha localizada na rua que dá acesso ao Santuário, na Praia da Penha, em João Pessoa. Em seguida, às 19h30, começa o Tríduo (três noites de celebrações). O tema da primeira noite é “Maria e a Misericórdia de Deus”. Celebrante: Pe. Dalmo Radimack.
No dia 24 (quinta-feira), segunda noite do Tríduo, tem Recitação do Santo Terço às 18h45. E Celebração Eucarística às 19h30, com o tema: “Da Misericórdia de Deus nasce o desejo de conversão do homem”. Celebrante: Pe. Luiz Júnior.
A terceira noite do Tríduo, no dia 25 (sexta-feira), também terá Recitação do Santo Terço às 18h45 e Celebração Eucarística às 19h30 no Santuário. Tema da noite: “Misericórdia e Criação: sinais do amor de Deus pela humanidade”. Celebrante: Pe. Paulo Cabral.
No sábado, dia 26 de novembro, tem a grande Romaria de Nossa Senhora da Penha. Uma carreata, às 17h, vai levar a imagem da Santa da Penha para a igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro da Capital, de onde, às 22h, começa a Romaria. A Bênção de Envio dos Romeiros deverá ser feita pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, que também vai celebrar a Missa campal no fim da caminhada. O percurso será o mesmo do ano passado.
No Domingo, dia 27, 1h30, vai ter a apresentação do Alto de Nossa Senhora no campo de futebol da Praia da Penha. 4h: previsão de chegada dos romeiros ao Santuário.


Encerramento do ano da Misericórdia na Arquidiocese da Paraíba

Encerramento do ano da Misericórdia na Arquidiocese da Paraíba

A Arquidiocese da Paraíba vai encerrar o Ano Santo da Misericórdia com uma programação, dividida em dois eventos, no dia 12 de novembro, um sábado, no Centro de João Pessoa.
Manhã: das 9h às 12h, evento no Parque Solon de Lucena (na área em frente às paradas de ônibus). Haverá espaço para aconselhamentos e confissões, e ainda momentos de oração e apresentações, e recreação para crianças. Também vai estar na Nova Lagoa a Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que está visitando as Paróquias da Arquidiocese da Paraíba.
Tarde: às 16h, Missa no Adro do Centro Cultural São Francisco, presidida pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França.


Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba
Nota de Falecimento

Nota de Falecimento

A Arquidiocese da Paraíba tem o doloroso dever de informar que hoje, 8 de novembro, em João Pessoa, faleceu a senhora Jaci Maria D’e Franceschi Neto. Ela, por mais de 10 anos, presidiu o Apostolado da Oração da Arquidiocese da Paraíba. Dona Jaci estava internada num hospital particular da Capital.

A família prepara velório e enterro (dados ainda não divulgados). Que o Senhor lhe conceda o refrigério, a luz e a paz.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

Fonte: Arquidiocese da Paraíba

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Comunicação ao clero, aos fiéis e à própria sociedade a respeito da formação de seminaristas e leigos da Arquidiocese da Paraíba

Comunicação ao clero, aos fiéis e à própria sociedade a respeito da formação de seminaristas e leigos da Arquidiocese da Paraíba


topobrasaocentenarioNesta quarta-feira, dia 14 de setembro, o Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, reuniu-se com o Clero da Arquidiocese da Paraíba, no Seminário, no Castelo Branco, em João Pessoa. Dentro da pauta do encontro, Dom Genival fez um comunicado sobre a formação de seminaristas e leigos da nossa Arquidiocese. Leia, abaixo, na íntegra, o comunicado.
João Pessoa, 14 de setembro de 2016
Comunicação ao clero, aos fiéis e à própria sociedade a respeito da formação de seminaristas e leigos da Arquidiocese da Paraíba
“A colheita é grande mas os trabalhadores são poucos; pedi, pois, ao dono da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita” (Lc 10,1).
Em vista de uma adequada formação de seminaristas e leigos, a partir do 2º semestre deste ano, com a participação dos membros do Colégio dos Consultores, foram adotadas, entre outras, as seguintes providências:
1) Os seminaristas do Curso de Filosofia e Teologia estão matriculados na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), onde já estudam seminaristas de oito Dioceses e de diversas Ordens e Congregações Religiosas, cujo currículo inclui as disciplinas exigidas pela Congregação para a Educação Católica e pela CNBB. Os seminaristas residem no Seminário (Casa de Formação), no Bairro de Apipucos, no Recife, acompanhados pelo Reitor, Pe. Luiz Carlos Machado de Souza Filho. Em vista de uma melhor inserção, neste semestre, a prática pastoral está sendo feita em Paróquias do Recife. A partir do próximo ano, alguns seminaristas voltarão, em fins de semana, para sua prática pastoral em nossa Arquidiocese. Compõem a Equipe responsável pela formação dos seminaristas, além do Pe. Luiz Carlos, o Côn. Geraldo Magela Christovam e o Pe. Luiz de Souza e Silva Júnior.
2) Com a finalidade de preparar os candidatos para ingresso no Curso Superior, a formação no nível propedêutico realiza-se no Seminário Arquidiocesano. A formação compreende espiritualidade, vida comunitária, estudos e prática pastoral; os propedeutas frequentam um curso preparatório para o concurso vestibular – exigência para ingresso na Unicap em 2017. Côn. José Marcílio Carneiro Cavalcanti, Pe. Luiz Júnior e Diácono Erionaldo Jerônimo Duarte acompanham os propedeutas em seu processo vocacional.
3) A Pastoral Vocacional realiza-se nas Paróquias e Regiões Pastorais da Arquidiocese como “animação vocacional”, por meio de encontros, retiros e celebrações. Na verdade, a formação dos futuros presbíteros da Arquidiocese da Paraíba começa em nossas famílias que merecem os nossos melhores cuidados pastorais. Os candidatos apresentados pelas Paróquias à formação no nível propedêutico participam de um encontro mensal, no Seminário Arquidiocesano, sob a orientação do Côn. José Marcílio Carneiro Cavalcanti e do Diác. Erionaldo Jerônimo Duarte.
4) A formação dos leigos é oferecida pela Escola Teológica para Leigos que funciona no Seminário Arquidiocesano, de segunda a sexta-feira, no turno da noite. Côn. Waldemir Cavalcante Santana é o Diretor da Escola que tem em sua Equipe o Mons. Virgílio Bezerra de Almeida e o Sr. George da Silva Alves. Este semestre, esta Equipe será ampliada com uma representação de alunos e professores para melhor definir o perfil da Escola para os próximos anos. Também está sendo constituída uma Equipe de Formação, coordenada pelo Côn. Mons. Ivônio Cassiano, para que, já a partir de 2017, a Arquidiocese ofereça um projeto formativo para as diversas realidades e necessidades das lideranças leigas de nossas comunidades. Também estarão nesta Equipe de Formação o Côn. José Marcílio Cavalcanti, o Prof. Luiz Miranda e o Estagiário Adriano da Silva Soares.
5) O prédio do Seminário Arquidiocesano está sendo estruturado para ser um Centro Pastoral, abrigando diversos eventos, tais como retiros espirituais e encontros (ECC, EJC e outros), promovidos por Paróquias, Pastorais, Movimentos e Serviços. Fazem parte da Equipe responsável pela administração do prédio do Seminário: Côn. Geraldo Magela Christovam, Pe. Luiz de Souza e Silva Júnior e George da Silva Alves.
É necessário que nós, católicos, sintamo-nos responsáveis, de modo concreto, pela formação dos futuros presbíteros de nossa Arquidiocese, através da oração pelas vocações e da participação na manutenção dos seminaristas, nos diversos níveis de sua vida escolar. Hoje, o custo mensal da formação dos seminaristas representa um valor significativo no orçamento de todas as Dioceses do Brasil. Nesse sentido, a Arquidiocese da Paraíba agradece às Paróquias por sua contribuição mensal e às pessoas que abrem seu coração e dedicam seu tempo a esta causa, como as que fazem parte do Projeto Emaús.
Que Deus abençoe a todos por seu generoso e solidário serviço à formação dos seminaristas e leigos em nossa Arquidiocese.
Fraternalmente,
Dom Genival Saraiva de França
Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba
De: Eisenhower Almeida de Albuquerque.
Assessor de Imprensa/Comunicação da Arquidiocese da Paraíba.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Papa Francisco nomeia bispo para a diocese de Juazeiro-BA

Papa Francisco nomeia bispo para a diocese de Juazeiro-BA

O papa Francisco acolheu, nesta quarta-feira, 07 de setembro, o pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese de Juazeiro (BA) apresentado por dom José Geraldo da Cruz, em conformidade com o cânon 401, primeiro parágrafo do Código de Direito Canônico. 

Em conseqüência, o governo pastoral da diocese de Juazeiro será assumido por dom Carlos Alberto Breis Pereira, bispo coadjutor. 

Dom Carlos Alberto Breis Pereira, OFM, pertence à Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil. Nasceu em São Francisco do Sul (SC), no dia 16 de setembro de 1965. Realizou a profissão religiosa no dia 31 de agosto de 1991, em Olinda (PE). Cursou Filosofia no Instituto Salesiano e Teologia, no Instituto Franciscano. É mestre em Teologia com especialização em Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Antonianum de Roma. Foi ordenado presbítero em 20 de agosto de 1994, em Fortaleza (CE).

Na caminhada sacerdotal atuou em diferentes atividades. Foi mestre de frades professos temporários (1994 a 2002 e 2009 a 2011), secretário provincial para a formação e os estudos, delegado do Serviço para a Formação e os Estudos (Serfe) por dois mandatos. De 2012 a 2014, exerceu o cargo de vigário provincial. Foi presidente da Conferência dos Ministros Provinciais do Brasil (2015-2016). 

Dom Carlos Alberto nomeado bispo coadjutor de Juazeiro em 17 de fevereiro de 2016. Sua ordenação episcopal aconteceu em 07 de maio de 2016, em Recife (PE).

domingo, 4 de setembro de 2016

Madre Teresa de Calcutá é canonizada pelo Papa Francisco

Madre Teresa de Calcutá é canonizada pelo Papa Francisco

Após 17 anos da abertura do processo canônico, a Igreja Católica declarou santa irmã missionária que ficou conhecida pela luta dos "pobres dos pobres"

Papa afirmou que missão da madre permanece hoje como um testemunho da proximidade de Deus junto dos mais pobres

Após 17 anos da abertura do processo canônico, o Papa Francisco declarou santa a madre Teresa de Calcutá neste domingo (4). A missa especial foi celebrada por volta das 5h20 (horário em Brasília) na praça de São Pedro, no Vaticano, e contou com a presença de 120 mil fiéis de todo o mundo. 

"Declaramos a beata Teresa de Calcutá santa e a inscrevemos entre os santos, decretando que seja venerada como tal por toda a Igreja", afirmou o líder da Igreja Católica. A missão da madre “permanece nos nossos dias como um testemunho eloquente da proximidade de Deus junto dos mais pobres entre os pobres”, disse ainda sobre a mulher conhecida como a “santa das sarjetas”.

A canonização da detentora do Prêmio Nobel da Paz de 1979 foi autorizada em dezembro de 2015, após duas curas serem consideradas obras de madre Teresa.

Em 2003, a irmã missionária se tornou beata pelas mãos do papa João Paulo II após uma mulher indiana se curar de um tumor no abdômen ao ganhar uma medalha que antes havia sido usada pela madre. Após o milagre ser declarado, ainda era necessário mais um para que ela se tornasse santa.

O Papa Francisco autorizou a santificação quando a cura de um brasileiro em 2008, que se encontrava em fase terminal por graves problemas cerebrais, também foi reconhecida como intervenção da missionária.

Celebração ocorreu por volta das 5h20 na praça de São Pedro, no Vaticano, e contou com a presença de 120 mil fiéis

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Em tarde de muita fé, Padre Reginaldo Manzotti, fez um Momento de oração e lançamento do Livro encontro aqui em João Pessoa-PB

Em tarde de muita fé, Padre Reginaldo Manzotti, fez um Momento de oração e lançamento do Livro encontro aqui em João Pessoa-PB

 Da Redação 15/08/2016

Padre Reginaldo Manzotti, foto tirada por Anderson Rodrigues Reporte e
Diretor-Geral da Jampa Jovens
Na tarde do último domingo, 14 de agosto, aconteceu no ginásio O Ronadão, o encontros de Misericordia, onde que milhares de fieis de todo o estado e de estados vizinhos presenciaram este momento em que teve inicio as 14 horas com o show de evangelização com o ministério unido pela fé, que encantaram todos os presentes e antes de o padre Reginaldo Manzotti subisse ao palco houve a apresentação da Consolação Misericordiosa, onde eles fizeram um lindo momento de espiritualidade que prepararam a todos para este momento de fé que neste dia foi especialmente para isso, que houve também vários testemunhos de fé de muitas pessoas que  passaram por vários tipos de provações e doenças e que foram curados pela sua fé, e o momento tão esperado por todos os presentes que lotaram o Ginasio na tarde deste domingo foi quando o Padre Reginaldo Manzotti entrou no palco, para a grande alegria de todos, e logo no inicio do momento de oração houve a entrada da imagem de Nossa Senhora das Neves que várias pessoas caracterizado de cangaceiros levaram a imagem da nossa padroeira das Neves,


e foi uma noite de muitas benção sendo derramadas, onde que na palestra o Padre Reginaldo, trouxe para nós a historia da samaritana que está na carta de João 4, onde que ele colocou no coração de cada um que devemos sempre pedir e sempre ter forças em Deus para que possamos sair das nossas enfermidades, e neste momento tão maravilhoso o padre também rezou com todos o terço da Santa Chagas, e por fim o padre deu a benção final e foi para a saudação do povo, onde que muitas pessoas se emocionaram com este encontro de fé com o padre que leva multidões, e neste domingo ele fez o lançamento do seu novo livro Encontros, da triologia Sinais do Sagrado.

-JAMPA JOVENS-

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Confira a programação da festa das neves 2016

Confira a programação da festa das neves 2016

A Festa de Nossa Senhora das Neves, padroeira de João Pessoa e da Paraíba, segue nesta segunda-feira, dia 1º de agosto, às 19h, com Celebração Eucarística e a sexta noite da Novena, com presidência do Côn. José Marcílio Cavalcante. Noite dedicada às Crianças.

A 431ª Festa das Neves tem como tema: “Maria, Filha e Mãe da Misericórdia”.





Programação: 

Dia 02/08 (terça-feira): 19h: Celebração Eucarística e Novena. Missa da Luz. Celebrante: Pe. Nilson Nunes.

Dia 03/08 (quarta-feira): 19h: Celebração Eucarística e Novena. Noite dedicada aos Seminários Propedêutico e Maior. Celebrante: Pe. Luiz Júnior.

Dia 04/08 (quinta-feira): 19h: Celebração Eucarística e Novena. Noite dedicada à toda rede estudantil. Celebrante: Mons. Robson Bezerra.

Dia 05/08 (sexta-feira): Dia da Festa. 8h30: Cortejo dos celebrantes, saindo do Mosteiro de São Bento até a Catedral. 9h: Solene Concelebração Eucarística, presidida pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França.

14h: Recitação do Santo Terço, organizado pelo Terço dos Homens.

15h: Santa Missa de encerramento da Festa, seguida de Procissão. Celebrante: Dom Genival Saraiva de França. Palavra final e descerramento dos pavilhões.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Missa dá início à JMJ 2016, com mais de 200 mil jovens

Missa dá início à JMJ 2016, com mais de 200 mil jovens

O dia tão esperado por jovens do mundo inteiro há três anos enfim chegou. A Missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude 2016 nesta terça-feira, 26, deu início ao maior evento da juventude católica mundial. A celebração foi presidida pelo arcebispo da Cracóvia, cidade-sede da JMJ 2016, Cardeal Stanislaw Dziwisz, e reuniu mais de 200 mil jovens. 
A homilia do cardeal partiu da experiência de Pedro ao decidir escolher seguir Jesus, deixando tudo para trás e terminando como seu Mestre, crucificado. E assim como Jesus falou com Pedro naquela época, disse o cardeal, hoje Ele quer falar com os jovens reunidos em Cracóvia. “A experiência de Pedro pode tornar-se também a nossa experiência e nos fazer refletir”.
Cardeal Dzwisz propôs três perguntas e respostas aos jovens: “de onde viemos?”, “onde estamos nesse momento da vida?” e “para onde iremos e o que vamos levar desse encontro?”.
Na primeira pergunta, explicou que os jovens presentes em Cracóvia são peregrinos de várias nações, que carregam consigo a riqueza de suas culturas e tradições. “Trazemos nossos medos e decepções, porém também nossas saudades e esperanças, nossos desejos de uma vida em mundo mais humano, mais fraterno e solidário”.
Sobre a segunda pergunta – “onde estamos nesse momento da vida?” – o cardeal lembrou que os peregrinos estão em Cracóvia, cidade que já foi capital da Polônia, um país com uma história nada fácil, mas cujo povo sempre tentou ser fiel a Deus e ao Evangelho. “Hoje estamos aqui todos juntos, porque foi Jesus que nos reuniu. Ele é a luz do mundo. Quem segue a Ele não andará nas trevas, mas terá a luz da vida”.
E para onde os jovens vão e o que vão levar dessa Jornada, o cardeal disse que é melhor não responder agora, e sim encarar tudo como um grande desafio. Aos jovens, deixou o convite para viverem intensamente esses dias de Jornada.
“Meus queridos jovens amigos, formem nestes dias seus corações e mentes. Escutem as catequeses que os bispos vão pregar. Escutem a voz do Papa Francisco. Participem na Santa Liturgia. Que vocês possam experimentar o amor do nosso Senhor no Sacramento da reconciliação. Conheçam também as igrejas de Cracóvia, a riqueza desta cidade, mas também a hospitalidade dos habitantes de Cracóvia e de outras cidades, onde vamos encontrar o descanso”.

Acolhida aos jovens

Antes do início da Missa, Cardeal Dziwizs fez uma breve introdução, um momento de acolhida a todos os jovens provenientes de várias partes do mundo. “Bem-vindos à cidade de Karol Wojtyła – São João Paulo II. Nesta cidade ele cresceu para servir à Igreja, daqui partiu para percorrer os caminhos do mundo inteiro, para anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

"Saio pela porta da frente", diz Dom Aldo em missa de despedida em João Pessoa

"Saio pela porta da frente", diz Dom Aldo em missa de despedida em João Pessoa

Em uma missa realizada neste sábado (16), na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, no Centro de João Pessoa, marcou a cerimônia pública de despedida do agora bispo emérito da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, à frente da Arquidiocese da Paraíba. “Não vou fugir daqui. Saio pela porta da frente, não por outras portas. Minha profunda gratidão à Paraíba”, disse, em sua fala final. O dia também é de celebrar o Dia de Nossa Senhora do Carmo.
O comentário pode fazer referência a uma série de acusações feitas ao religioso que o coloca, junto com outros padres em atividade em João Pessoa, em meio a um escândalo envolvendo encontros sexuais em casas paroquiais. Apesar disso, o assunto não foi colocado em pauta em nenhum momento. O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Marcos Cavalcanti, devoto da congregação de Nossa Senhora do Carmo, mencionou em fala que Dom Aldo se afasta por “motivos de saúde”, como foi dito em nota oficial da Arquidiocese.
Durante a homilia, Dom Aldo professou aos fiéis a se espelharem no exemplo de Nossa Senhora do Carmo, por sua devoção e castidade, “de acordo com a vontade de Deus”. Ao sair da Paraíba, o bispo emérito segue para Fortaleza (CE), onde integra a comunidade Shalom. O jornal O Povo, do Ceará, relembrou recentemente das acusações do Ministério Público Estadual do Ceará, em 2002, ao religioso.
Segundo o Correio Online, ele é acusado de induzir adolescentes a mudarem depoimentos à Justiça no caso do frei Luis Sebastião Thomaz, apontado como suposto autor de abuso sexual contra 21 meninas de Santana do Acaraú, no interior cearense. Em 2002, frei Luis Sebastião Thomaz foi denunciado por crianças e adolescentes de abuso sexual em troca de roupas, dinheiro e alimentos. Na ocasião, o delegado responsável pelo inquérito, Aurélio Araújo, afirmou que o então bispo da Diocese de Sobral, interior do Ceará, Aldo Pagotto, teria incentivado as jovens, na casa delas, a contarem outra história sobre o caso. Isso teria ocorrido após rezar uma missa em Santana do Acaraú.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Dom Genival reúne-se com Colégio dos Consultores e confirma a permanência do Vigário Geral

Dom Genival reúne-se com Colégio dos Consultores e confirma a permanência do Vigário Geral

O Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, reuniu-se com os padres que integram o Colégio dos Consultores na manhã deste sábado, dia 9 de julho de 2016, no Seminário da Arquidiocese da Paraíba Imaculada Conceição, no Castelo Branco, em João Pessoa (PB).

O primeiro contato com os padres foi numa das Capelas do Seminário. Todos os integrantes estavam presentes: Côn. Dorgival Vicente Ferreira, Côn. Mons. Ednaldo Araújo dos Santos, Côn. Geraldo Magela Christovam, Côn. Mons. Ivônio Cassiano de Oliveira, Côn. José Marcílio Carneiro Cavalcanti, Pe. Luiz Antônio de Oliveira, Côn. Mons. Nereudo Freire Henrique, e Mons. Virgílio Bezerra de Almeida.

Dom Genival apresentou a todos o Decreto da Congregação para os Bispos (Prot. N. 432/2016, publicado no dia 6 de julho de 2016), com a nomeação do Papa Francisco, que o tornou Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba. O Decreto foi lido pelo chanceler da Arquidiocese da Paraíba, Pe. Abel. “Não havia necessidade de posse. Desde o dia 6 já era, por força do Decreto, o Administrador Apostólico. Este encontro trata-se de uma apresentação oficial ao Colégio dos Consultores”, explica Dom Genival.

O Colégio dos Consultores é instituído como Órgão Colegiado de Presbíteros. Sua função é prestar colaboração no governo da Arquidiocese, nos assuntos administrativos, econômicos e patrimoniais, envolvendo a natureza jurídica dos mesmos, em conformidade com o Cânon 502 § 1º do Código de Direito Canônico. Os membros do Colégio dos Consultores são constituídos pela autoridade do Arcebispo Metropolitano, com a aceitação explícita destes. O Colégio dos Consultores possui caráter permanente e eminentemente consultivo.

Durante o encontro na Capela, Dom Genival fez um breve relato sobre a sua vida religiosa. Após momentos de oração, esta parte do encontro foi encerrada com todos cantando o Hino de Nossa Senhora das Neves – Padroeira da Arquidiocese da Paraíba. Na mesma manhã, foi dada a confirmação que o Mons. Virgílio Bezerra de Almeida segue como Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba. “Cujas atribuições canônicas serão exercidas, de forma delegada, como prevê o ‘Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos’, n. 244, publicado pela Congregação para os Bispos, sob o título de ‘Sucessores dos Apóstolos’”, escreve Dom Genival no texto de Confirmação, que está logo abaixo!

Fonte: CNBB2

Dom Genival celebra primeira missa na Catedral Nossa Senhora das Neves

Dom Genival celebra primeira missa na Catedral Nossa Senhora das Neves

Dom Genival celebra primeira missa na Catedral das Neves Dom Geraldo na Missa das Seis na Catedral  na Missa das Seis na Catedral, O Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, celebrou a primeira Missa deste domingo, dia 10 de julho, na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro de João Pessoa (PB). A celebração teve início às 6h. O pároco da Catedral, Côn. Rui Braga, saudou Dom Genival, falando aos fiéis. “Que belo presente recebemos hoje de manhã ao termos aqui na Catedral a pessoa de Dom Genival, que veio, tão cedo, celebrar conosco neste domingo”, disse Rui, seguido por uma salva de palmas dos católicos. 

Dom Genival cumprimentou a todos falando da felicidade em estar presidindo aquela Celebração. Na sua Homilia, nesta Missa do 15º Domingo do Tempo Comum, de acordo com as Leituras do dia, Dom Genival falou sobre “estar próximo de si e ser próximo de alguém”. “Nenhum de nós deve, primeiro, se preocupar em querer saber quem é o nosso próximo. Primeiro temos que nos perguntar: eu estou ‘próximo’ de mim e o que eu devo ser para o próximo? Percebam a diferença! Seja você próximo de você mesmo. 

Nós todos precisamos da Misericórdia de Deus. Eu devo viver sendo uma pessoa indiferente a tantas realidades? Tenho que ser ‘próximo’ de mim nas atitudes e nas ações. O que me mantém como eu sou? Estou correto nas minhas ações? Aí depois se pergunte para quem você precisa ser ‘próximo’ e faça com que o outro enxergue isso. Quando praticamos a caridade, nós estamos nos assemelhando ao ajudado. Vamos viver o Jubileu da Misericórdia sabendo que Deus nos ama. E que sejamos misericordiosos e próximos para tantas pessoas que precisam de fraternidade e solidariedade”, fala Dom Genival. 

(Texto de Eisenhower Almeida de Albuquerque, Assessor de Comunicação da Arquidiocese da Paraíba)

sexta-feira, 8 de julho de 2016

CNBB, envia carta de Agradecimento a Dom Aldo e Saudação a Dom Genival

CNBB, envia carta de Agradecimento a Dom Aldo e Saudação a Dom Genival

A Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), enviou um comunicado a Arquidiocese da Paraíba, em forma de acolhimento ao Arcebispo emérito Dom Aldo di Cillo Pagotto, sss, e ao novo administrador apostólico, Dom Genival Saraiva de França,  que teve a sua posse hoje (8), que de uma forma humilde e simples enviou está carta:

Agradecimento a Dom Aldo e Saudação a Dom Genival

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), recebendo a notícia de que o Papa Francisco acolheu, nessa quarta-feira, 6 de julho, o pedido de renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese da Paraíba apresentado por Dom Aldo di Cillo Pagotto, manifesta vivo agradecimento pelos seus quase vinte anos de ministério episcopal.

As Igrejas Particulares de Sobral (CE) e da Paraíba receberam sua solicitude de pastor, e a CNBB contou com sua dedicação como presidente do Regional Nordeste 1, coordenador da Dimensão Ecumênica e membro da Comissão Pastoral da Seca neste mesmo regional, além da presidência da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, e do conselho diretor da Pastoral da Criança.

Unimo-nos, em prece, à Arquidiocese da Paraíba, suplicando a Deus abençoar e fazer frutificar as boas sementes por ele semeadas no coração e na vida dos que o tiveram por pastor.

A Dom Genival Saraiva de França, Bispo Emérito de Palmares (PE), nomeado Administrador Apostólico, nossas orações e votos de um ministério cheio de bênçãos em favor da Igreja da Paraíba.

Em Jesus,

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília (DF)

Secretário-Geral da CNBB

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Papa nomeia Administrador Apostólico para a Arquidiocese da Paraíba

Papa nomeia Administrador Apostólico para a Arquidiocese da Paraíba

Dom Genival foi o escolhido por Francisco Dom Aldo di Cillo Pagotto enviou ao Vaticano pedido de renúncia por motivo de saúde.

O pedido foi acolhido e a Congregação para os Bispos comunica que, para atender ao governo da Igreja Metropolitana da Paraíba, vacante pela renúncia do último Arcebispo, o Sumo Pontífice, pela Divina Providência, Papa Francisco, através de Decreto da Congregação para os Bispos, a partir de hoje e até que o Arcebispo, que deve ser eleito, tome posse canônica, nomeia e constitui Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba o Exmo.

Dom Genival Saraiva de França, Bispo Emérito de Palmares (PE), e lhe atribui as faculdades e as funções que competem aos Administradores Diocesanos, à norma do direito. O Decreto foi datado neste dia 6 de julho de 2016, em Roma, no Palácio da Congregação para os Bispos. E assinado pelo Prefeito da Congregação, Marcus, Card. Ouellet, e pelo Secretário da mesma Congregação, Ilson de Jesus Montanari.


- Brasão de Dom Genival Saraiva

O campo do Brasão está cortado em três quartéis. No primeiro quartel, em campo vermelho, que alude à vida temporal, encontram-se seis estrelas representando o Povo de Deus, em sua caminhada de peregrinação e luta. No segundo quartel, a flor de Lis prateada, em campo azul, que alude à dimensão espiritual da existência, é símbolo de Maria, Imaculada Conceição, a quem o Bispo consagra seu ministério episcopal. No terceiro quartel, em campo dourado, as folhas de cana de açúcar representam o produto principal da Região de cujo cultivo o povo ganha seu sustento.


Fonte Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba
O Arcebispo da Paraíba Dom Aldo, pedi renuncia por motivos de Saúde, que foi aceita pelo o Papa Francisco

O Arcebispo da Paraíba Dom Aldo, pedi renuncia por motivos de Saúde, que foi aceita pelo o Papa Francisco

A Arquidiocese da Paraíba tem novo administrador a partir desta quarta-feira (6), segundo informou no início da manhã a Pastoral da Comunicação diocesana. Dom Aldo di Cillo Pagotto apresentou carta renúncia, que foi aceita pela Congregação para os Bispos, e o Papa Francisco nomeou Dom Genival Saraiva de França como Administrador Apostólico da Arquidiocese até que um novo arcebispo seja nomeado.

O Decreto tem a data desta quarta-feira e foi assinado pelo Prefeito da Congregação, Cardeal Marcus Ouellet, e pelo Secretário da mesma Congregação, Ilson de Jesus Montanari, no Palácio da Congregação para os Bispos, em Roma.

Em sua carta de renúncia, Dom Aldo, que esteve à frente da Igreja Católica na região de João Pessoa por 12 anos, cita os motivos que o levaram a tomar a decisão de se afastar da Arquidiocese, mas também resgata sua história no cargo.

"Tentei doar o melhor de mim mesmo, não obstante as sérias limitações de saúde, ademais das repercussões no equilíbrio emocional, causadas pela constante necessidade de superar conflitos inevitáveis, advindos de reações ao meu modo de ser e de agir", diz. Com a renúncia, Dom Aldo passa a ser considerado Bispo Emérito da Paraíba.

A agência de notícias AFP, ao noticiar a renúncia de Dom Aldo nesta manhã, cita a imprensa italiana, que destaca o fato de que "o religioso de 66 anos é suspeito de ter abrigado em sua diocese padres e seminaristas acusados de abusar sexualmente de menores e expulsos por outros bispos".

O novo Administrador, Dom Genival, é Bispo Emérito de Palmares, em Pernambuco, de onde foi afastado por ter completado 75 anos. Em sua primeira carta destinada aos fiéis da Arquidiocese, ele diz que deseja "viver este tempo de vacância da Arquidiocese da Paraíba com um coração misericordioso, no espírito do Jubileu da Misericórdia".


Na carta de reúncia, Dom Aldo diz que tomou "decisões enérgicas e inadiáveis em relação à reorganização da administração, finanças e recuperação do patrimônio da Arquidiocese". "Embora tenha sido exitoso, desinstalei e desagradei muita gente, por razões facilmente presumíveis. Acolhi padres e seminaristas, no intuito de lhes oferecer novas chances na vida. Entre outros, alguns egressos, posteriormente suspeitos de cometer graves defecções, contrárias à idoneidade exigida no sagrado ministério", destaca. Ele admite que cometeu erros "por confiar demais, numa ingênua misericórdia".

Sobre seus posicionamentos políticos, o presbítero segue dizendo que tomou "posições assertivas diante de políticas públicas estruturais em vista do desenvolvimento integral de nossa gente e de nossa terra". "Evitei 'ficar em cima de muro'. Foi inevitável acolher reações e interpretações diferentes, independente de minha reta intenção de não me imiscuir na esfera político-partidária, e jamais almejar algum poder de ordem temporal", relata.

Dom Aldo segue contando que "não tardaram retaliações internas e externas, ademais da instauração de um clima de desestabilização urdida por grupos de pressão, incluindo os que se denominaram 'padres anônimos', escudados no sigilo da fonte de informações, obtendo ampla cobertura num jornal. Matérias sobre a vida da Igreja da Paraíba, descritas em forma unilateral, distorcida, provocatória, foram periodicamente veiculadas, seguidas de comentários arbitrários por várias redes sociais", destaca o documento.


O agora Bispo Emérito também diz em sua carta que "por tanto tumulto, embora eu esteja sofrendo muito, permito-me afirmar que conservo a minha consciência em paz". "Sempre estarei disposto a corrigir rumos, a reorientar passos, a confirmar êxitos alcançados, contando com a graça de Deus e também com a efetiva presença de bons padres, religiosos presbíteros e de bons leigos e leigas, qualificados como forças vivas de nossa amada Igreja Particular da Paraíba", garante.

Dom Genival se apresenta já nesta sexta-feira, e novo Administrador está no Ceará nesta quarta-feira orientando o retiro espiritual de uma parte do clero da Arquidiocese de Fortaleza e só deve se apresentar na Arquidiocese da Paraíba na sexta-feira (8). Em sua carta de apresentação, Dom Genival começa lembrando que "a Igreja é o povo de Deus e a 'Diocese é uma porção do povo de Deus confiada a um Bispo para que a pastoreie em cooperação com o presbitério'".

"Com esta comunicação, desejo afirmar a todos que chegarei, brevemente, com a disposição de servir. Em Jesus, encontramos o melhor exemplo de serviço. Além do espírito eclesial, que todos nós devemos cultivar, em mim a motivação para servir à Arquidiocese da Paraíba tem uma linguagem afetiva, pelo fato de ser paraibano e de ter residido na cidade de João Pessoa, durante oito anos, como aluno do Seminário Imaculada Conceição", diz.


Sobre o agora Bispo Emérito Dom Aldo, Dom Genival faz um agradecimento em sua carta e destaca que "a renúncia ao governo diocesano não é demérito para nenhum Bispo, por ter completado 75 anos, como no meu caso, ou em razão de enfermidade, como no seu caso".

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Padre Reginaldo Manzotti faz show no São João de Campina Grande-PB

Padre Reginaldo Manzotti faz show no São João de Campina Grande-PB

O Sacerdote disse que O Maior São João do Mundo volta às raízes. Show durou mais de duas horas e uma multidão acompanhou.
O Parque do Povo, em Campina Grande, ficou lotado na noite da terça-feira (21) para o show do Padre Reginaldo Manzotti, que se apresentou pela primeira vez no São João da cidade. O shows religiosos no Quartel General do Forró acontecem desde 2013 e na semana passada o Padre Fábio de Melo reuniu 100 mil pessoas, segundo a polícia Militar.
Em entrevista coletiva, o Padre Reginaldo Manzotti afirmou que as apresentações religiosas são necessárias para retomar as raízes da festa de São João. "Nós estamos fazendo o que é certo, que é unir. Não é tirar o brilho, mas é voltar às raízes. E a raíz é a festa no arraial do povo simples que fazia a sua pamonha para comemorar a colheita e festejar esse santo popular", disse.
O show começou às 20h30 e só terminou depois das 23h. A prefeitura de Campina Grande registrou caravanas de várias cidades da Paraíba. O sacerdote ainda disse que o evento ajuda a construir a fé. "Uma festa como essa é uma festa popular que se pode aproveitar muito para a cidadania e para a edificação cristã", comentou.


Fonte G1 Paraíba

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Show do Padre Fábio de Melo reúne 100 mil pessoas na Paraíba, diz PM

Show do Padre Fábio de Melo reúne 100 mil pessoas na Paraíba, diz PM

 O Sacerdote se apresenta no Maior São João do Mundo desde 2013. Fiéis lotaram Parque do Povo na noite da terça-feira. Parque do Povo ficou lotado para o show do padre Fábio de Melo. Cem mil pessoas acompanharam a apresentação, segundo a PM  Parque do Povo ficou lotado para o show do padre Fábio de Melo Cerca de 100 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, acompanharam o show do Padre Fábio de Melo na noite da terça-feira (15) no Parque do Povo em Campina Grande. 

A apresentação fez parte do projeto Fé e Cultura, que também contou com o show do Padre Nilson Nunes. saiba mais 'Campina Grande me aprovou antes do Brasil', diz Padre Fábio de Melo 'Forró Bus' é opção de turismo e diversão em Campina Grande Durante o show, Padre Fábio disse que foi "aprovado pelo povo campinense antes de ser aprovado pelo Brasil". Os shows dos padres só começaram depois das 19h, mas desde o meio da tarde fiéis se aglomeravam na área do palco principal. 
A prefeitura de Campina Grande registrou caravanas das cidades de João pessoa, Guarabira, Camalaú, Esperança, além das cidades de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Natal. Na terça-feira (21), o projeto Fé e Cultura recebe o Padre Reginaldo Manzotti, que vai se apresentar primeira vez no Maior São João do Mundo. O show está marcado para às 21h e também é esperado um grande público.


Fonte G1

terça-feira, 14 de junho de 2016

A Imagem da Mãe aparecida foi coroada em Missa Solene na Catedral em João Pessoa-PB

A Imagem da Mãe aparecida foi coroada em Missa Solene na Catedral em João Pessoa-PB

A Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro de João Pessoa, ficou lotada na noite desse domingo, dia 12 de junho, para a Missa que marcou a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida à Arquidiocese da Paraíba.

A Missa foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, com transmissão ao vivo pela TV Aparecida. Aos pés da imagem de Nossa Senhora Aparecida foram colocados alguns elementos que identificam o povo paraibano. Jovens caracterizados de pescadores levaram uma rede de pesca e a bandeira do Estado da Paraíba. Também foram colocados cestos com abacaxis e mandiocas - frutos que representam a alimentação típica do nosso Estado e que juntos contribuem economicamente para o sustento de muitas famílias.

E ainda: pífano, triângulo e zabumba - que simbolizam a identidade cultural genuína do povo paraibano. Também foi colocada uma porção de terra, recolhida do local do Marco Zero da cidade de João Pessoa, fixado ao lado da Basílica - o mais antigo monumento patrimonial de nossa história, com 430 anos. Essa pequena porção de terra será utilizada na confecção da coroa jubilar de Nossa Senhora Aparecida.

Após a Missa, a imagem foi levada para a Paróquia da cidade de Cruz do Espírito Santo. Ela peregrina pela Região Várzea até o dia 2 de julho. Compõem a Região as Paróquias localizadas no Centro, Marcos Moura, Nossa Senhora do Livramento, Tibiri I, Tibiri II e Várzea Nova, na cidade de Santa Rita. E nas cidades de Cruz do Espírito Santo, Lucena, Riachão do Poço e Sapé.

A peregrinação tem como objetivo levar a todos o ardor missionário de Maria e preparar os devotos de Nossa Senhora para a celebração, em 2017, do jubileu dos 300 anos do encontro da imagem no Rio Paraíba do Sul.

 Confira o Calendario da Imagem da mãe aparecia

01/05 a 02/07: Região Várzea. Paróquias localizadas no Centro, Marcos Moura, Nossa Senhora do Livramento, Tibiri I, Tibiri II e Várzea Nova, na cidade de Santa Rita. E nas cidades de Cruz do Espírito Santo, Lucena, Riachão do Poço e Sapé.

02/07 a 03/09: Região Agreste. Paróquias das cidades de Gurinhém, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Juripiranga, Mogeiro, Pedras de Fogo, Pilar, Riachão do Bacamarte, Salgado de São Félix, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu e Serra Redonda.

03/09 a 29/10: Região Conjuntos. Bairros de João Pessoa com Paróquias: Cidade Verde, Colinas do Sul, Costa e Silva, Funcionários II, Funcionários IV, Geisel, José Américo, Mangabeira I, Mangabeira VII e Valentina Figueiredo.

29/10 a 30/12: Região Urbana Sul. Bairro Imaculada, Centro, Conjunto Mário Andreazza, Jardim Aeroporto e Sesi, na cidade de Bayeux. E Alto do Mateus, Cristo, Cruz das Armas, Jardim Planalto, Jardim Veneza e Rangel, em João Pessoa.

30/12/16 a 18/02/17: Região Litoral. Cidades: Alhandra, Caaporã, Conde e Taquara.

18/02 a 08/04: Região Praia Sul. Bairros de João Pessoa com Paróquias: Altiplano Cabo Branco, Anatólia, Bancários, Cabo Branco, Castelo Branco II, Jardim Cidade Universitária, Jardim São Paulo - Água Fria, Miramar, Penha, Tambaú e Tambauzinho.

08/04 a 28/05: Região Praia Norte. Camboinha I, Centro, Conjunto do Renascer, Intermares e Recanto do Poço, na cidade de Cabedelo. E Aeroclube, Bessa, Brisamar, Jardim Oceania, Manaíra e São José, em João Pessoa.

28/05 a 01/07: Região Centro. Bairros de João Pessoa com Paróquias: 13 de Maio, Centro, Jaguaribe, Mandacaru, Pedro Gondim, Roger, Tambauzinho, Tambiá, Torre e Varadouro.

 Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba Materia Retirada do Site da Arquidiocese da Paraíba

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Papa Francisco nomeia Dom Francisco de Sales Batista para a Diocese de Cajazeiras PB

Papa Francisco nomeia Dom Francisco de Sales Batista para a Diocese de Cajazeiras PB

Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco nomeou o novo Bispo de Cajazeiras (PB): trata-se do Fr. Francisco de Sales Alencar Batista, até então Secretário-Geral da Ordem dos Frades Carmelitas, em Roma. Dom Francisco de Sales Alencar Batista nasceu em 17 de abril de 1968 em Araripina, no Estado de Pernambuco.

Fez a profissão religiosa na Ordem dos Frades Carmelitas em janeiro de 1988 e foi ordenado sacerdote em 29 de novembro de 1995. Estudou Filosofia no Instituto Salesiano de Filosofia (INSAF), em Olinda-PE, e Teologia no The Milltown of Theology and Philosophy, em Dublin (Irlanda).

Licenciou-se em Teologia Espiritual no Pontifício Instituto de Espiritualidade Teresianum de Roma. No decorrer do seu ministério sacerdotal, desempenhou os seguintes cargos: formador dos estudantes de Filosofia; Reitor da Basílica do Carmo em Recife; Pároco; Conselheiro e Prior Provincial da Província Carmelita de Pernambuco; Vice-Prior da Comunidade do Colégio Internacional “Sant’Alberto” em Roma. Atualmente, é Secretário-Geral da sua Ordem em Roma.



Materia retirada do site da Rádio Vaticano

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Recomendação oficial por causa da gripe H1N1

Recomendação oficial por causa da gripe H1N1

O Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, após reunião com o Conselho Presbiteral na manhã desta quarta-feira, dia 20, no Palácio do Bispo, decidiu fazer recomendações a todo o Clero da Arquidiocese da Paraíba e aos fiéis, que podem ser seguidas durante as celebrações nas igrejas e capelas. O objetivo é evitar a proliferação do vírus H1N1.
Recomenda-se:
1) Os fiéis evitem dar as mãos durante a Oração do Pai Nosso;
2) Os fiéis evitem dar as mãos no momento da Paz;
3) Os padres entreguem a Hóstia Consagrada nas mãos dos fiéis.
Observação importante: essas recomendações são temporárias. Devem ser seguidas enquanto houver registro de muitos casos da gripe H1N1. Lembrando que tais recomendações já tinham sido feitas em julho de 2009, quando a gripe fez várias vítimas no País.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba
Materia Retirada do site da Arquidiocese da Paraíba

Publicidade!

Publicidade!

Veja o Nosso Canal no Youtube

Publicidades

Publicidades

Publicidade!

Publicidade!

Mapa de Acesso da Jampa Jovens

Anuncie Aqui clique e saiba mais...

CLIQUE AQUI E CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Direito Reservado a Jampa Jovens LTDA. Tecnologia do Blogger.